Top Ad 728x90

Últimas Notícias

26 de maio de 2020

Zenaide vota a favor de PL que permite paciente do SUS utilizar UTI de hospital particular

A senadora Zenaide Maia (Pros-RN) votou a favor do PL 2324/2020, que permite que um paciente do SUS possa ser internado em UTI de hospital particular que esteja disponível para os casos suspeitos ou confirmados de covid-19.


O projeto, de autoria da bancada do PT e que também contou com a assinatura de Zenaide, é importante neste momento, em que a rede pública de saúde se encontra colapsada ou à beira do colapso, por causa da crescente demanda de pacientes infectados com o novo coronavírus.

Para evitar prejuízo no atendimento aos pacientes da rede privada, o projeto prevê que a requisição de vagas deverá ser feita para os hospitais particulares que tiverem menos de 85% de ocupação nos leitos de UTI destinados ao atendimento de casos de covid-19. O texto também prevê indenização a essas unidades de saúde pelo uso de vagas de suas unidades de tratamento intensivo.

O PL 2324 segue para votação na Câmara dos Deputados.

Deputado quer que escolas particulares reduzam mensalidades

O deputado Vivaldo Costa (PSD) solicitou, em caráter de urgência, durante reunião ordinária da Assembleia Legislativa, entendimento com a rede privada de ensino objetivando a redução das mensalidades. O requerimento pede ainda que seja proibido à cobrança de juros e multas por inadimplência em razão da pandemia do coronavírus (covid-19).



Em sua justificativa, Vivaldo lembra da dificuldade que a população vem passando. Disse que não se pode negligenciar que embora as escolas fechadas tenham certas despesas reduzidas com itens como a manutenção do espaço, água, energia, a paralisação e a quarentena causam uma crise econômica que afetam a todos, inclusive as entidades escolares que certamente terão um aumento na inadimplência.



“O momento difícil pelo qual a sociedade perpassa será superado com a união de todos. Contudo, o Estado não pode se abster do seu papel de buscar ferramentas que possam mitigar ônus desnecessários. É de se frisar, que a presente propositura não se encontra dissociada de outras que têm sido tomadas em todo Brasil. Na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, Distrito Federal, Ceará e Pernambuco tramitam projetos de teor semelhante”, contou Vivaldo.

21 de maio de 2020

Apostas esportivas em alta no Brasil desde 2018

Se até 2018 muitos brasileiros tinham alguma reticência em relação às apostas esportivas online, desde dezembro daquele ano – quando ocorreu a definitiva legalização da atividade no País - isto mudou e um verdadeiro boom tem ocorrido no segmento. Só em 2019 a movimentação do setor chegou à cifra de R$ 4 bilhões, com lances feitos por meio de mais de 200 sites em todo o mundo.



Casas de apostas com larga experiência e uma extensa gama de opções estão já presentes e em expansão no mercado brasileiro. É o caso, por exemplo, da gigante Bet365 e da respeitada Betfair, conhecidas por sua alta tecnologia, ótimos bônus de boas-vindas aos apostadores iniciantes e plataformas modernas e funcionais em seus sites. Ambas aceitam vários modos de pagamento, tais como cartões e mesmo boletos bancários, muito utilizados no Brasil.
É possível apostar em praticamente todos os esportes conhecidos, do popular futebol, com opções variadas em ligas europeias, americanas e, claro, as brasileiras, até os recentes, mas cada vez mais apreciados e-games, jogos eletrônicos que já estão organizados em competições com dezenas de participantes em todo o mundo.
Os apostadores no futebol contam com opções no próprio Brasil, como o Campeonato Nacional, Copa do Brasil, campeonatos estaduais e outros. Há a a possibilidade também de apostas em torneios internacionais como a Libertadores da América e a UEFA Champions League, que reúne milionários clubes europeus como Barcelona, Real Madrid, Bayern de Munique e os times ingleses. No basquete a grande estrela, é claro, é a NBA americana. Os clientes têm ainda a opção de jogos em cassinos e mesmo  corridas automobilísticas.
A praticidade e rapidez para jogar são outros atrativos das apostas online. Bastam um aparelho celular, internet de boa qualidade e, depois de apenas alguns cliques na tela, a pessoa está cadastrada e pronta para fazer seu lance. Recebe seu bônus de boas vindas e embasada em informações disponíveis nos dites sobre as campanhas dos clubes e situação dos jogadores, por exemplo, está apta a fazer sua aposta. Tudo com o máximo da segurança assegurada por certificados internacionais por instituições respeitadas no segmento de jogos.
As casas de apostas do exterior também já estão patrocinando diretamente a maior parte dos clubes da primeira divisão brasileira como os cariocas Flamengo e Vasco da Gama e os paulistas Santos e Palmeiras, entre outros, e vieram para ficar. Acredita-se que o mercado brasileiro está entre os de maior potencial do mundo, por causa do tamanho da população e amor pelos esportes. 

Enfim, uma estrada aberta para os bookmakers de todo o mundo!

20 de maio de 2020

Ministra lança concurso para passar uma tarde com ela

Passar uma tarde com a ministra Damares e com a primeira dama Michele agora é possível

A ministra lançou uma campanha em que o ganhador poderá passar uma tarde com ela e com a primeira dama Michele Bolsonaro.


19 de maio de 2020

Baleado no Rio de Janeiro, caso João Pedro serve de alerta para nosso estado

João Pedro, de 14 anos, morre após ser baleado durante operação em São Gonçalo, no Rio
Foto: RJTV
João Pedro Mattos Pinto, de 14 anos, foi baleado na noite desta segunda-feira durante uma operação no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. A família do jovem não teve notícias do paradeiro do garoto até a manhã desta terça, quando soube que ele morreu após ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros. Segundo testemunhas, João estava na sala de sua casa quando foi atingido.

G1

Jornal francês diz que Bolsonaro causa 'caos na saúde e semeia a morte'

O diário 'Le Monde', um dos mais vendidos da França, publicou um editorial em que critica o trabalho do presidente à frente do combate à Covid-19 no Brasil. Na capa de sua edição desta segunda-feira, o jornal disse também que Bolsonaro 'ignora a catástrofe' da pandemia.

Via G1

13 de maio de 2020

Descaso: Até oxímetro falta em posto de saúde de Parnamirim


Recebemos uma denúncia muito grave vinda de Parnamirim. Pelo menos um posto de Saúde, em Nova Parnamirim, a Unidade Básica de Saúde João Dias da Costa além de estar passando aparentemente por uma reforma e diversas infiltrações no local, com móveis espalhados na recepção(no dia da realização da denúncia), falta um componente muito básico e extremamente importante para o diagnóstico e estabelecimento de critério de gravidade para o Coronavírus. Um oxímetro.

No Protocolo de saúde para o Covid-19 criado pelo Ministério da Saúde em diversos momentos estabelece que a oximetria deve ser verificada, porém, sem esse equipamento(oxímetro) não existe outra forma de realizar essa avaliação, deixando os usuários e pacientes da referida UBS sem condições de saber se realmente aquela falta de ar, por exemplo, está se transformando em algo mais sério ou prejudicando a oxigenação sanguínea para ser encaminhada. Não só nos protocolos existe essa indicação, como também nas fichas/guias de preenchimento emitidas pelo Ministério da Saúde e a Unidade Básica não está realizando.

A nossa equipe falou com o responsável que entrou em contato com a assessoria da prefeitura de Parnamirim e a resposta foi desanimadora.  



Segundo repassou a assessoria da prefeitura, a Secretaria Municipal de Saúde de Parnamirim (SESAD), ao que se entendeu, não tem previsão de receber oxímetro e ainda argumentou que o processo de compra é demorado. 

O "x" da questão. O problema não é só a pandemia. 

Na verdade o que mais preocupa não é o fato de que em período de pandemia esteja faltando o referido equipamento, no entanto, o grave da questão é que este oxímetro é um componente importantíssimo em qualquer triagem sendo, inclusive, algo básico e que a referida UBS deveria dispor mesmo fora da pandemia, o que deixa a mensagem de que estamos muito aquém de uma saúde de qualidade no município, onde, até em época de pandemia não temos um simples oxímetro para verificar a saturação do oxigênio no sangue. Isso é Grave. 

Reenviamos uma mensagem para a assessoria de imprensa indagando sobre a compra do oxímetro mas até o fechamento dessa matéria não obtivemos resposta.

Veja a nota da Prefeitura na íntegra

"Bom dia! Recebemos a reposta da Sesad. Segundo a secretaria já foram feitos os pedidos de oxímetros para todas as unidades de saúde - pedidos esses que, como o amigo sabe, no poder público devem ser feitos através de processo licitatório, diferentemente da iniciativa privada. Atualmente um dos maiores entraves está nos prazos que os fornecedores de materiais estão pedindo para entregar os insumos, alguns chegam a até 180 dias, para se ter uma ideia! A Sesad finaliza dizendo que os oxímetros, semelhante a máscaras e respiradores, que passam pela mesma dificuldade na entrega, já foram adquiridos e solicitados. A secretaria aguarda a chegada do material para encaminhamento não só à UBS em questão, como a todas as demais."

O Notícias do RN é um veículo de imprensa que sempre defendeu a população e por esse motivo continua sua luta para transformar e melhorar o Rio Grande do Norte através de um jornalismo investigativo e sério. Estamos no aguardo dessa resolução. 

Top Ad 728x90

Top Ad 728x90