Plantão
Mais

Antônio Jácome não é mais pastor da Assembleia de Deus por causa de adultério

De acordo com informações do Blog de Pedro Carlos, o deputado estadual Antônio Jácome (PMN) não pode mais usar o púlpito da Assembleia de Deus para ser pastor. Ele foi excluído da função por uma comissão formada pelos pastor Elinaldo Renovato de Lima, Martim Alves (presidente da Assembleia de Deus de Mossoró) e Edson Neto, além dos evangelistas Marcos Mendes e Diógenes Lopes. O parlamentar é acusado de adultério com duas pessoas.

De acordo com informações exclusivas colhidas pelo blog, as duas ex-amantes do deputado seriam uma advogada e uma fisioterapeuta. Esta última teria se envolvido com o parlamentar nos anos de 2000 e 2006, enquanto a advogada teria um envolvimento com Jácome em 2010.

Segundo o relatório entregue com provas documentais e testemunhais, Jácome namorou com a fisioterapeuta em 2006 e a teria engravidado. De acordo com a denúncia entregue à direção-geral da Assembleia de Deus do Rio Grande do Norte, o parlamentar supostamente teria obrigado a mulher a abortar. No depoimento, ela conta detalhes de como o fato teria ocorrido. Em razão de se tratar de informações apenas testemunhais, o blog se omitará a publicá-las.

Com a advogada o relacionamento foi extra-conjungal, mas não houve gravidez.

O assunto foi tratado dentro da Assembleia de Deus como um "escândalo" devido à doutrina da igreja, que é terminantemente contra o adultério e o sexo fora do casamento. Além disso, muitos pastores se sentiram decepcionados porque a base política de Antônio Jácome - o deputado mais votado das eleições de 2010 no Rio Grande do Norte - é toda ela evangélica.

A direção-geral da Assembleia de Deus já comunicou o fato aos fieis e os demais pastores anunciaram o seu apoio à decisão da comissão que expulsou Jácome do pastorado. Ele permanece na igreja, mas apenas como fiel, sem poder mais pregar a palavra.

21 comentários :

  1. Monica Izza Rodrigues do Nascimento12 de abril de 2011 19:32

    Algumas pessoas dirão:"Isso pode acontecer c/qualquer um e Deus perdoa".Tudo bem,pode sim,mas um homem que conhece a Palavra de Deus e comete tal ato é melhor renunciar logo.Deus perdoa,mas a vergonha fica para sempre.

    ResponderExcluir
  2. É uma pena que os cristãos estão se corrompendo.

    Sei que errar é humano, porém, como dizem no senso comum: Errar duas vezes é insano e no caso da vida pública e espiritual é fatal.

    Mesmo assim espero que essa disciplina imposta pelos Pastores presidentes sirva para Antônio Jácome refletir sobre sua vida.

    Que Deus o abençoe.

    ResponderExcluir
  3. FICO TRISTE. Um deputado que ganhou com ajuda do povo da assembleia enganar assim. ele diz que foi perseguido. sefor perdoamos.

    ResponderExcluir
  4. Alguém pode até achar que a justiça de Deus não existe, mas estão enganado, Ela tarda mais não falha, a denuncia de adutério que houve no passado foi abafada e caiu no esquecimento, com a impunidade e ele fez novamente. Para que TODOS saibam que não há nada escondido aos Olhos de Deus, que sirva de exemplo para outros que ainda não forão desmascarados.

    ResponderExcluir
  5. Irmãos Deus ñ tem oculpado por inocente.Portanto Deus manda vigiar e orar para ñ cair na tentação.Vamos nos compadecer dos mais fracos e orar. pq q vai julgar ele é Deus o justo JUÌZ.A vcs q so sabe condenar CUIDE-SE. Q DEUS continue nos abençoando

    ResponderExcluir
  6. Ninguém tem direito de beber da miséria humana e sim provar da misericórdia de Deus porque diante DELE somos miseráveis pecadores e a Palavra de Deus diz quem estiver de pé cuidado para não cair e até mesmo os espirituais caem em tentação, vejam o exemplo do salmista Davi, do patriarca Abrãao que se precipitou e mentiu e outros mais.Estou ouvindo muitos comentários sobre o Deputado mas estou pedindo a Deus por Ele e Deus é o único FORTE e pecadores somos, o importante é o arrependimento porque Deus perdoa, os homens que amam condenar e camuflar pecados mas Deus é piedoso,misericordioso e justo.

    ResponderExcluir
  7. sim! Deus é piedoso e misericordioso, mas Deus também falou... " estão perdoados os teus pecados, vá e não peques mais...(joao8,11)" Bom, segundo o deputado continuou... isso pra vergonha e escândalo do evangelho, Deus diz ainda mais... " Ai daqueles que por eles vem os escândalos...(Mt.18,7)" Aos cristãos devemos sim julgar segundo a biblia e espero que o nosso irmão Jácome se redima porque ainda estamos debaixo da misericórdia Divina.

    ResponderExcluir
  8. Barreto disse....

    Que vergonha, como e que uma pessoa que se diz Cristao, tem a coragem, de ficar usando o pulbito de uma igreja, durante mais de 10 anos cometendo adulterio, fazendo aborto e ainda usando o nome de Deus para conseguir votos e se eleger e quando se elege, ao inves de dar exemplo, envergonha o povo que o elegeu, meu irmao se voce deseja tomar uma atitude correta pelo menos uma vez na vida, RENUNCIE e recomece de maneira correta, nunca e tarde.

    ResponderExcluir
  9. VEJAM O QUE FOI PUBLICADO NO BLOG "A FORÇA DA ESPERANÇA"




    sábado, 7 de maio de 2011

    EVANGÉLICOS DE PARNAMIRIM DECEPCIONADOS COM JÁCOME

    QUEM AFIRMA É O JORNAL REGIONAL QUE CIRCULA NAQUELA CIDADE


    Esta semana o JORNAL REGIONAL, impresso em Parnamirim e que circula na Grande Natal, traz duas páginas onde repercute as notícias do problema que envolveu o nome do deputado Antonio Jácome (PMN), ex-pastor da Assembléia de Deus, em casos de adultério e aborto.
    Leia, na íntegra, o que publicou o Jornal Regional:
    "Um verdadeiro bombardeio. Assim é o que se pode classificar o que aconteceu com o ex-pastor Antonio Jácome, deputado estadual do PMN, que recebeu no último pleito a expressiva votação do seguimento evangélico de Parnamirim, "Jacó", como intimamente é chamado, gozava de influência nos meios dos irmãos assembleianos pela assistencia que presta ao CASEMP.
    Daí a reciprocidade dos irmãos na fé sempre retribuirem ao ex-pastor o merecido voto nas suas batalhas eleitorais, ao ponto de certas ocasiões "Jacó" manifestar o desejo de disputar a Prefeitura parnamirinense. Hojem decepcionados, os generosos irmãos não entendem o que danado de balaio de gato "Jacó" se meteu, que causou sua expulsão merecida, já que, na Casa de Deus verdadeiro, esse tipo de sacanagem que Jácome se meteu não condiz os sentimentos escritos na livro sagrado.
    Adultério e aborto foi o teor da documentação que foi analisada minuciosamente por uma comissão composta por verdadeiros homens sábios de Deus, que preferiram dá o merecido cartão vermelho a "Jacó" para ele aprender e nunca mais tapear e ludibriar a boa fé dos irmãos, se passando como bom moço, como assim afirmou um assembleiano que votou em "Jacó" e depois dessa presepada por ele aprontada garante que ele estar arrependido e pede sigilo do seu nome.
    Querer desclassificar a comissão que lhe expulsou e dizer que foi chantageado, JACÓ É BATON NA CUECA, nem a igreja, muito menos o seu lider maior Raimundo de Santana. nem de longe imaginaria que um homem da postura de Antonio Jácome fosse capaz de uma verdadeira canalhice dessa, alfinetou outro irmão da Igreja, que não quis se identificar.
    Uma pergunta que está até nas congregações é uma só: 'ATÉ TU, JACÓ, APRONTASTE TAMBÉM?"

    ResponderExcluir
  10. lamento profundamente mais o jácome é homem como quaisquer outro, ele nem é melhor do que o rei Davi e o meu DEUS não lhe perdou!? quanto mais Jácome! DEUS vai ajudar e ele será em breve VITORIOSO pois quem perdoa é o SENHOR! muito breve DEUS vai lhe dar vitoria. Dc M. DE MELLO. ajudo vc em oração e o perdão é IMEDIATO. vamos ver!

    ResponderExcluir
  11. E a crentaiada defendendo a ruindade como sempre, fico revoltada tmbm quando vejo o Guilherme de Pádua levando uma vida normal, como se nada tivesse acontecido, mas o Brasil é assim mesmo , só defende o que naum presta!

    ResponderExcluir
  12. Contenuo na intercesão a DEUS por vc MEU AMIGO e IRMÃO aprendemos no nosso tempo de jovem que o caminho para vitoria é o arrependimento e vc CREIO MESMO já se arrependeu espere que vc vai ver EM BREVE vc será R E S T A U R A D O!!! DEUS LHE AJUDE EM TUDO meu amigo de mocidade. Dc MANOEL DE MELO VICE DIRIGENTE EM BOM PASTOR SETOR XXXI

    ResponderExcluir
  13. O adulterio ja seria um grande pecado, mas mandar a mulher abortar, assassinato pois era uma vida, Deus tenha misericordia

    ResponderExcluir
  14. TEM MUITO MAIS DE QUE ISSO IRMÃO ME LEMBRO QUANDO ESTAVA EM UM RESTAURANTE E OUVIR UMA POUCA VERGONHA DE OUTROS DEPUTADOS EVANGELICOS QUE SÓ FALAVA EM PROSTITUIÇÃO DELES MESMO E ACHAVA BOM ISSO E DEPOIS VEJO NA COMGREGAÇÃO APOIADO PELO PASTO É LAMENTAVEL

    ResponderExcluir
  15. Amados, não podemos lançar pedras, pois a palavra de Deus nos diz quem esta em pé cuide para não cair. Que Deus o julgue conforme á vontade dele. Só nos resta orar por ele. PAZ para todos.

    ResponderExcluir
  16. DEUS tenha misericórdia daqueles que caem..

    ResponderExcluir
  17. marietaf, de medeiros16 de janeiro de 2012 13:23

    o adulterio ja é um pecado, não importa quantas vezes, ele fez uma vez gostou e repetiu,e ainda por cima queria que a mulher abortasse. (creio que a mesma não e crente) que testemunho ele tem pra dar? ele tem mais e que ficar la no banquinho para aprender ouvir deus falar. e se arrepender da suas falhas. não ir para o pupito dar mal exemplo para outros. vamos orar por ele.

    ResponderExcluir
  18. francisco-de-deus@hotmai.com31 de janeiro de 2012 15:36

    E agora, o Irmão Jácome foi expulso, mas permanece como fiel, dizimando, é claro e a igreja recebendo o seu dízimo. E sua disciplina tem fim? haverá perdão da igreja? quando? gostaria muito de entender, se definitivo ou não.

    ResponderExcluir
  19. jacome não merece um voto do povo de DEUS

    ResponderExcluir
  20. quem não tiver pecado atire a premeira pedra.
    so Deus saber e tem o dereito de julga.

    ResponderExcluir
  21. Que Deus tenha misericordia desse homem.

    ResponderExcluir