Top Ad 728x90

24 de agosto de 2020

,

‘Parece que isso não é verdade, que foi só um pesadelo’, diz pai de bebê baleado

Criança está internada em centro de terapia intensiva e o estado de saúde é considerado grave — Foto: Reprodução/Globo


Por Juliano Castro, RBS TV de Passo Fundo — O bebê de 1 anos e 8 meses, atingido na cabeça por um tiro na noite de sexta-feira (21), em Passo Fundo, na Região Norte do Rio Grande do Sul, segue internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital São Vicente de Paulo. O estado de saúde é considerado grave.

“Tem horas que parece que isso não é verdade, que foi só um pesadelo. A falta é grande de ver ele brincando, correndo e andando de bicicleta”, conta o pai Robson Pena.

Conforme polícia, o carro em que a criança estava com os pais e o irmão de 4 anos foi atingido por um tiro. O caso é investigado e se trabalha com hipótese de bala perdida.

Imagens de câmeras de segurança devem ser usadas no inquérito, de acordo com a a delegada Daniela Minetto. O suspeito de ser o autor do disparo deve se apresentar na próxima terça-feira (25). Ele tem antecedentes por tráfico de drogas.

Robson Pena disse ao G1 que está no hospital aguardando por respostas da equipe médica, e que está confiante na recuperação do filho.

“A médica disse que ele está respondendo bem. Que estão aguardando um tempo de 48 horas para começar a tirar um pouco o sedativo e ver como vai responder. Ela falou que ele pode inchar e ocorrer algum dano no cérebro. Mas até agora já deu a entender que ele quer acordar. Temos fé que tudo isso vai passar e que ele vai vir para casa. Estamos confiantes no milagre”, afirmou.

Relembre

Após ser atingido na cabeça, o bebê passou por uma cirurgia no Hospital de Clínicas em Passo Fundo. Na sequência, foi transferido para o Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) – onde segue internado no CTI. A assessoria do HSVP informou que o estado de saúde da criança ainda é considerado grave.

Segundo a Polícia Civil, a criança estava no banco de trás do carro com a mãe e o irmão de 4 anos. O pai dirigia o veículo. A família se deslocava para casa, quando passou por três homens que estavam brigando.

0 Comentários:

Postar um comentário

Top Ad 728x90