Top Ad 728x90

29 de junho de 2020

, ,

Prefeito, vice e vereadores de Patu são "detonados" nas redes sociais após câmara aprovar aumento

Após uma decisão tomada na última semana a vereadora Kaká de Bodin, desafiou o prefeito Rivelino Câmara a não sancionar o projeto que aumentava o salário dele, do Vice-Prefeito Gilberto Moura e dos vereadores. O prefeito demonstrou ser favorável a sancionar e alega que é lei, no entanto, porcentagem de reajuste de 100% indignou a população e os políticos foram "detonados"(palavra utilizada para referir a comentários negativos) nas redes sociais.




O fato foi destaque em vários veículos de comunicação e ganhou notoriedade ao relacionarem o período difícil de pandemia do novo coronavirus e da crise financeira do momento.



Veja alguns dos comentários postados no perfil do Mossoró Hoje e demais portais a qual a matéria foi ao ar, inclusive criaram uma hashtag: #Patumerecerespeito



"Vergonha total.. em meio a uma pandemia tão cruel, estão interessados em tal assunto inadmissível?! Alô população de PATU, a eleição está chagando aí , lembre-se bem disso."

"Nada me surpreende mais se tratando de políticos, mesmo em plena situação de pandemia eles fazem isso."

"Num cenário onde pessoas estão perdendo emprego, servidores públicos sem aumento até o final de 2021, empresas fechando, país e mundo em crise. Há, o aumento foi muito maior que a inflação do período. Já sabemos pra onde irá o o dinheiro enviado por @jairmessiasbolsonaro para os municípios.


"sabendo eles que vão ganhar de novo, pensam que são otários ? O único otário a nais de 500 anos é o povo"


"Nossas cidades minúsculas, numa ponta os famintos, noutra os gordos das estruturas da administração direta, com suas fartas mesas e suas adoráveis esposas ostentando suas Louis Vuitton em redes sociais. De cidade em cidade o enredo é o mesmo."

Preservamos a identidade dos autores de comentários

Esses foram apenas uns dos milhares de comentários negativos.

O que diz o prefeito Rivelino?

"Em contato com o site MOSSORÓ HOJE o prefeito Rivelino Câmara sinalizou que vai sancionar o projeto. Ele confirmou que o último aumento dado ao vereador, secretário, vice-prefeito e prefeito foi em 2012.

Disse que de fato reconhece a questão da pandemia, das dificuldades enfrentadas, mas que realiza uma gestão com preocupação com o patuense, tendo desenvolvido um trabalho que afasta o vírus da cidade."

Com algumas informações do Mossoró Hoje

* Atualizado às 16h30 para correção de informação.
* Ainda não há confirmação se o prefeito sancionou ou não o aumento, no entanto, sinaliza que vai sancionar. Aguardamos os desdobramentos.

0 Comentários:

Postar um comentário

Top Ad 728x90