Top Ad 728x90

24 de agosto de 2020

, ,

Com palavrões, Styvenson exige nome, CPF e endereço de pacientes beneficiados com exames

Por Portal Agora RN — O senador Styvenson Valentim (Podemos) teve um áudio vazado, em que cobra nome, CPF e endereço de pacientes beneficiados com exames disponibilizados através de verbas destinadas por ele, em Parnamirim, na Grande Natal.



No áudio, Styvenson exige que a secretaria apresente todos os documentos dos pacientes para averiguar se as pessoas realmente existem. De acordo com o parlamentar, os nomes não foram entregues por sigilo profissional dos médicos.

Com palavrões, o parlamentar diz não se interessar com o tipo dos exames realizados, mas quer transparência nos gastos realizados pela verba de R$ 770 mil, que ele afirma ter disponibilizado para o município. Confira o áudio:Clicar e ouvir

“Dos R$ 770 mil enviados para Parnamirim, tem até uma secretária lá que é sua amiga, eu pedi total transparência em tudo. Eu estou esbarrando aqui que ela passou uns exames. Ela fez até uma coisa superficial. Ela passou uns exames. O que eu quero é o nome da pessoa, a localização que eu possa encontrar essa pessoa. Eu quero é chegar nessa pessoa e saber se ela realmente existe e fez os exames. Quero saber todas as pessoas que fizeram aquele exame com o dinheiro. Eu dei uma proposta para ela. Agora estou com um recurso para ampliar e equipar hospitais. Não tenho mais custeio, inverti tudo. Mas me comprometi que eu daria meu jeito para fazer as 1.000 cirurgias que está faltando dela e as 1.500 de Mossoró, mas sem transparência não vou enviar. Não envio nem com a faca no pescoço. Pode dizer a população, que eu digo o motivo. Não sei e não tenho segurança do recurso enviado. ‘Está desconfiando de mim, Capitão?’, não. Disseram que tem uma ética médica, que não permite que passe o nome ou CPF do paciente por ser constrangedor. Eu quero saber se fez a cirurgia. Quero encontrar a pessoa e saber se fez. Se não for assim, eu fiz o teste. Assim posso saber com quem vou trabalhar ou não. É possível eu ter acesso a estes documentos para fiscalizar?”

0 Comentários:

Postar um comentário

Top Ad 728x90