Top Ad 728x90

29 de junho de 2020

,

Pai se ajoelha e ora ao lado do corpo do filho morto a tiros no Ouro Negro em Mossoró, RN

O crime aconteceu durante a madrugada desta segunda-feira, 29 de junho de 2020, mas a família só tomou conhecimento por volta das 06h da manhã.

Francisco Denis Oliveira, de 27 anos, que residia na Rua José Toscano de Lima, foi encontrado morto com tiros de pistola 380 e escopeta calibre 12, na Rua Januário Pereira Pimenta, no Ouro Negro, bairro Aeroporto em Mossoró/RN.

Segundo informações, de seu Francisco de Assis, pai da vítima, na noite de domingo, 28, Denis comunicou que iria para uma festa e de lá passaria na casa da namorada, no bairro Doze Anos. Por volta das 06h desta segunda-feira, seu Francisco foi acordado por outro filho, comunicando a morte de Denis.

Quando chegou ao local e viu o filho morto, seu Francisco pediu permissão a polícia, se ajoelhou e fez uma oração ao lado do corpo do filho. O Câmera registrou o momento da oração que o pai agradeceu a Deus, o tempo que passou ao lado do filho e que perdoaria os assassinos.

A polícia recebeu informações que a vítima não tinha inimigos. Ele consertava celulares e fazia bicos como segurança num estabelecimento comercial do bairro.

Ouro Negro é uma antiga favela dentro do bairro Aeroporto e em quase todas as esquinas existe, por escrito, determinação de uma facção criminosa para que os condutores de veículos retirem os capacetes e apaguem os faróis dos veículos. Denis, que chegava em casa de madrugada, pode não ter obedecido a ordem e ter sido confundido com inimigos. 

Pela dinâmica da perícia criminal, realizada pela equipe de plantão no Itep, ele começou a ser perseguido na frente da casa da família quando estava chegando numa motocicleta. Mesmo de capacete o jovem correu cerca de 80 metros e caiu morto numa rua por trás da casa da família.

Pelo estado de rigidez do corpo, o perito Denis Orozco acredita que o crime tenha acontecido entre duas e três horas da madrugada. A pericia localizou capsulas e projeteis de pistola 380, na frente da casa, ao longo do trajeto feito pela vitima e, ao lado do corpo um cartucho deflagrado de escopeta calibre 12. Segundo a perícia, Denis foi atingido na região abdominal, com tiros de escopeta e pistola e marcas de dois tiros de escopeta no rosto.

Fonte: O Câmera

0 Comentários:

Postar um comentário

Top Ad 728x90