Aluno vai de vestido para escola e é barrado

ALUNO É BARRADO EM ESCOLA DE MOSSORÓ E REABRE DISCUSSÃO SOBRE IDEOLOGIAS DE GÊNEROS

A Escola Estadual Aída Ramalho vivenciou na tarde de ontem um fato comum, mas de preconceito. Um dos estudantes foi barrado de assistir à aula por estar usando um vestido. A atitude da direção gerou polêmica na escola. De acordo com grupos de apoio LGBT, a escola possui fardamento, mas não é obrigatório. Inclusive as meninas costumam ir à aula de vestido.

Na ficha da Polícia RN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mortos em Alcaçuz pode superar Manaus

Morte trágica em Macau