Pinterest

Advertise

Notícias do Rio Grande do Norte e Mundo

Principal

Principal

Featured

About me

10 Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text.

Tel: +01 19 9876-54321

Email: contact@mail.com

Popular Posts

About Me

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Other News

World News

NOTÍCIAS DO RN - Rio Grande do Norte
Tecnologia do Blogger.

Comments

Featured

Facebook

Blog Archive

Pesquisar este blog

Follow Us on Facebook

Slide Show

Facebook

Featured Posts

Canal Diário Potiguar

Canal Diário Potiguar

O Diário Potiguar é especializado na cobertura de eventos. Para contratar nossa equipe envie e-mail para: editoriasdiario@gmail.com

Technology

3/Technology/small-col-left

Sports

3/Sports/small-col-right

Header Ads

New Topics

Tags

#FestadoBoi2011 Acari Açu Administração Advocacia Afonso Bezerra Agência de Noticias Agricultura Água Alcaçuz Alerta Alexandria Alimentação Alto do Rodrigues América Angicos Anúncios Apagão Apodi Areia Branca Arena Arês Argentina Arquitetura Artesanato Assembleia Legislativa Assu Audiência Automobilismo Automóveis Baía Formosa Baraúna Barcelona Bastidores Biologia Blog Blogs do RN Boa Saúde Bodó Bom Jesus Bombeiros Brasil Brasília Brejinho Busca Caern Caiçara do Rio do Norte Caicó Câmara Campestre Campo Grande Campo Redondo Canguaretama Caraúbas Carnatal Carnatal 2011 Carnaúba dos Dantas Carnaubais Carnaval CARNAVAL 2009 Carnaval 2010 Carnaval 2011 Carros Ceará Mirim Charge Chuvas Cidadania Cidadania / Lazer CIDADANIA E SOCIAL cidade verde Cidades Ciência Cinema Circo da Folia Cirquinho Clima CMN comércio Comperve Concessionárias Concursos Conquista Contabilidade Contato Copa Copa do Mundo Corrupção Cosern COTIDIANO crea Cruzeta Culinária Cultura Currais Novos Curso Datas comemorativas Debate Ao Vivo Delação Denúncia Desenvolvimento Destaque Diário Potiguar DIREITO Diversão e cidadania ECONOMIA Educação eleções 2008 eleições eleições 2008 Eleições 2012 Eloi de Souza Emprego Empresas ENEM Engenharia Enquetes entidades ENTRETENIMENTO/ CULTURA Entrevista Esporte Estado estradas evento Eventos Eventos. EXAME Executivo Expediente Extremoz F1 Famosos Featured FeedNoticias Felipe Guerra FEMURN Férias FESTA Florânia Fotos Fruticultura Frutuoso Gomes futebol Galinhos Gestão Pública Globo Goianinha gove Governador Dix Sept Rosado Governo Greve Grossos Guamaré Guia do RN Habitação HISTÓRIA DO RN Homenagem Humor Idoso Ielmo Marinho Imóveis Imprensa INFRA ESTRUTURA Integris Internacional Internet Ipanguaçu Itajá Itaú Jacumã Janduís Jardim de Piranhas Jardim do Seridó Jardin de Piranhas João Câmara Jornalismo José da Penha Jucurutu Judiciário Justiça Kart Lagoa dos Velhos Lagoa Nova Lajes Lajes Pintadas Lançamento Lazer LEGISLATIVO Lei Seca Leilão Loteria Lucrécia Luís Gomes Luto Macaíba Macau Major Sales Martins MegaSena Meio Ambiente Mentira Mercado Messias Targino Mídia Ministério Público Mobilização Moda Montanhas Monte Alegre Mossoró Mulher Multimídia Mundo Municípios Musica Música Natal Negócios Nisia Floresta Nísia Floresta NOTA NOTÍCIAS Notícias do RN NOTICIAS RN noticiasdorn Nova Cruz Nova Parnamirim OAB oeste OLIMPÍADAS 2008 Ongs Opinião Oportunidade Ouro Branco Outubro Rosa Parabéns Paraú Parazinho Parceiros Parelhas Parnamirim Passa e Fica Patu Pau dos Ferros Pedra Preta Pedro Avalino Pedro Velho Pendências Pesar Pipa Plantão Poço Branco Polícia Política Política do RN Porto do Mangue Presidente Previsão Principal PROMOÇÃO Protesto Psicologia Publicidade Pureza Quem Somos Rádio Rafael Fernandes Rafael Godeiro Recursos Humanos Regional Religião Repórter Celular Réveillon Riacho da Cruz Rio do Fogo RN RN Política Rodolfo Fernandes Rui Barbosa Ruy Barbosa Saindo Samu Santa Cruz Santana do Matos Santo Antônio São Bento do Norte São Fernando São Gonçalo São João São João do Sabugi São José de Mipibu São José do Seridó São Miguel São Miguel do Gostoso São Paulo do Potengi São Tomé São Vicente SAÚDE Sebrae Seca Segurança Semana Santa Senado Seridó Serra de São Bento Serra do Mel Serrinha dos Pintos Severiano Melo Show Sisu Site Sitio Novo social Sociedade Solidariedade Sugestão Taipu Tangará Teatro Tecnologia Telefonia TelexFree Tempo Tenente Laurentino Tibau Tibau do Sul Timbaúba dos Batistas Touros Tragédia Trairi Transito Trânsito Transporte Triunfo Potiguar Turismo TV Twitter UERN UFRN Umarizal unicef Upanema Utilidade Pública Veículos Vendas Venezuela Venha-Ver Vera Cruz Verão vestibular Viçosa Vila Flor Vlog Zona Norte Zumbi

Hot News

Ads

Tag

Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

Videos

recent comments

Diário Potiguar

Popular Posts

Notícias do RN

Polícia

Video News

AGU recorre de decisão que suspendeu bloqueio em universidades

Imagem: Rede Globo

A Advocacia-Geral da União (AGU) recorreu ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) para tentar reverter decisão da Justiça Federal da Bahia que suspendeu o bloqueio de verbas de universidades federais e de outras instituições públicas de ensino.

Na sexta-feira (7), a juíza Renata Almeida de Moura, da 7ª Vara Federal de Salvador, atendeu a pedido feito em oito ações populares contra o contingenciamento de verbas, que foi anunciado pelo governo federal no fim de abril. Em todos os casos, há questionamento acerca do volume de bloqueios, bem como em relação aos critérios adotados pelo MEC na distribuição dos limites orçamentários.

Na decisão, a magistrada frisa não ter havido “prévio estudo técnico e minucioso, inclusive, com a participação dos representantes destas instituições”, para garantir que a medida não interfira na continuidade das atividades acadêmicas.

“Em resumo, não se está aqui a defender a irresponsabilidade da gestão orçamentária, uma vez que é dever do administrador público dar cumprimento às metas fiscais estabelecidas em lei, mas apenas assegurando que os limites de empenho, especialmente em áreas sensíveis e fundamentais, segundo a própria Constituição Federal, tenham por base critérios amparados em estudos que garantam a efetividade das normas constitucionais”, escreveu a juíza.

Segundo o governo, foram bloqueados cerca de 30% das verbas discricionárias (não obrigatórias e que servem para pagar contas como água, energia, vigilância e limpeza), o que representa 3,4% do orçamento total das universidades. 

Na decisão, a juíza cita manifestação da União reconhecendo que os bloqueios promovidos este ano são substancialmente superiores aos realizados em anos anteriores. “Estes variaram de 6,4% em 2016 para 16,8% em 2017, 8,5% em 2018 e, finalmente, o percentual bem superior de 31,4% em 2019.”
Argumentos

No pedido de derrubada da liminar, a AGU citou que o Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias do 1º Bimestre de 2019 indicou a necessidade de contingenciar R$ 29,6 bilhões no âmbito do Poder Executivo Federal. “Desta forma, foi editado o Decreto nº 9.741/19, que afetou não somente a Educação, mas todos os ministérios – o da Defesa, por exemplo, teve 52,3% dos recursos para despesas discricionárias bloqueados”, divulgou, em nota, o órgão.

A AGU argumenta que o bloqueio foi feito em estrito cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, que determina que o Poder Público deve limitar a movimentação financeira sempre que a arrecadação não for compatível com as metas de resultado primário ou nominal e avalia que este seria o caso de aplicação da lei.

Ainda de acordo com a AGU, suspender os bloqueios apenas para as universidades obrigará o Ministério da Educação a repassar R$ 1,7 bilhão para as instituições de ensino. Tal verba “necessariamente terá que ser retirada de outras áreas fundamentais, como a educação básica, livros didáticos ou o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)”, diz a nota.

“Vale frisar que a educação superior recebe uma destinação de recursos significativamente relevante em relação ao orçamento global do Ministério da Educação, possuindo orçamento bem maior que a educação básica, quando se sabe que o orçamento total do MEC é na ordem de R$ 149,7 bilhões e, desse montante, o ensino superior é responsável por R$ 65,3 bilhões, enquanto o valor correspondente à Educação Básica é R$ 42,2 bilhões”, detalhou a AGU em trecho do pedido ao TRF1.

A AGU afirma que não cabe ao Poder Judiciário substituir o administrador público na definição de como as políticas públicas serão executadas e que o direito à educação deve ser exercido em conformidade com as regras orçamentárias.

“A tutela de urgência concedida, ao ignorar a sistemática das normas orçamentárias, causa grave lesão à ordem pública por um duplo fundamento: desconsidera o planejamento orçamentário do Poder Executivo Federal, subvertendo por completo a legislação aplicável; e, ao assim agir, acaba por se imiscuir em seara que não é própria da função jurisdicional típica, o que viola a Separação de Poderes”, escreveu a AGU no pedido.

Por Felipe Pontes e Camila Boehm – Agência Brasil | Edição: Maria Claudia


Agência

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo.

Nenhum comentário:

Deixe o seu comentário

Jornais do RN

Arquivo de Notícias