Troca de tiros na Zona Norte termina com dois PMs baleados e um bandido morto

Uma tentativa de assalto, por volta das 10h deste sábado (21) resultou em troca de tiros entre policiais militares e bandidos. Dois criminosos foram presos, sendo um deles alvejado com cinco tiros, e outro morreu no local. Os dois militares ficaram feridos, mas não correm risco de morte.

Os dois policiais da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam) estavam saindo de um magazine na avenida João Medeiros Filho, uma das principais vias na zona norte de Natal, quando os bandidos anunciaram o assalto. Houve reação e troca de tiros. Os militares haviam comprado um equipamento eletrônico e deixavam o local.

Polícia Militar/Cedida
Marcelinho possui longa ficha criminal e é considerado de alta periculosidade pela PMMarcelinho possui longa ficha criminal e é considerado de alta periculosidade pela PM

Dos cinco integrantes da quadrilha, três desceram de um veículo Fiat Pálio de cor branca, para a ação. Com os três criminosos, a Polícia Militar apreendeu dois revólveres calibre .38 e uma pistola. A identidade do assaltante que morreu no local ainda não foi confirmada.

O bandido baleado e socorrido para o Pronto Socorro Clóvis Sarinho, na zona sul de Natal, é considerado de alta periculosidade pela Polícia Militar e apontado como autor de assaltos contra lojas das operadoras de telefonia móvel da Claro, TIM, bem como ao Atacadão.

Marcelo do Nascimento Varela tem várias passagens pela polícia. Um segundo integrante da quadrilha, identificado por enquanto como “Fernando Café”, foi preso no mangue próximo ao local onde ocorreu a tentativa de assalto. A prisão foi feita por equipes do Bope, com apoio do helicóptero Potiguar 1, da Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Norte.

Os soldados da Rocam que reagiram ao assalto e foram baleados estão sendo atendidos no Pronto Socorro Clóvis Sarinho, e acompanhados por médico da Polícia Militar. Um deles foi baleado à altura do joelho e em um dos pés. O outro foi atingido na perna e fraturou o fêmur.

As diligências continuam em busca dos outros dois criminosos que estavam no carro que dava apoio à quadrilha.

O Major da PM e comandante da Rocam, Raimundo Florêncio da Silva Júnior, esteve no hospital logo após a ocorrência e conversou com os policiais. “Eles estão bem e sendo assistidos por equipes do hospital e um médico cirurgião do Hospital da polícia Militar. Esse Marcelinho é muito perigoso e tem uma enorme ficha criminal, apesar da idade”, afirmou o oficial.

Com Informações da TN Online

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mortos em Alcaçuz pode superar Manaus

Morte trágica em Macau