Mais Médicos: Sete profissionais cubanos desembarcam em Natal


A cidade de Acari, na região do Seridó, terá sua assistência básica de saúde ampliada com a chegada de sete novos profissionais cubanos que passarão a atender na zona urbana e rural do município. Os médicos foram recepcionados pela Governadora Rosalba Ciarlini no final da manhã desta segunda-feira (02), ainda na pista de pouso da Base Aérea de Natal.

Acompanhada do ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, a chefe do Executivo Potiguar conversou com os profissionais e aproveitou para garantir as boas-vindas a todos eles. "Eles chegam para reforçar a saúde preventiva e básica dos nossos municípios. Alguns deles passam por situações precárias, pela falta de profissionais e por isso congestionam as unidades da capital. Só temos a ganhar com a chegada desses médicos, que, aqui no Estado, serão sempre muito bem-vindos", disse. Rosalba Ciarlini também lembrou a iniciativa que executou na década de 80, quando levou para Mossoró profissionais cubanos. "Foi uma experiência pioneira que deu muito certo e por isso eu atesto a qualidade do programa Mais Médicos, até que o Brasil tenha médicos suficientes para suprir as necessidades do País", destacou.
Na pequena comitiva vieram seis médicas e um médico, todos com formação generalista, que atuarão como clínicos gerais nas unidades municipais do Estado. Outros 84 médicos desembarcarão em Natal na madrugada desta terça-feira (03). Serão 91 profissionais que se juntam agora aos 53 que já estão em atividade no Rio Grande do Norte, totalizando 144 médicos do programa em 90 municípios.
Em Natal, os médicos passarão uma semana conhecendo a realidade local da rede pública de saúde do Estado e as características epidemiológicas da população antes de seguirem para as cidades onde vão atuar.
Martha Marisela, uma das médicas cubanas que integram o Mais Médicos, falou que a primeira sensação ao desembarcar no Brasil foi de medo, mas o sentimento já foi transformado em vontade de ajudar. "Viemos para dar o nosso melhor e trabalhar para a população que tanto precisa da nossa ajuda, vamos aprender muito com o povo brasileiro", disse.
O Mais Médicos chegará a quase 500 mil pessoas que não tinham acesso a atendimento em atenção básica no Estado.
A lotação dos médicos cubanos nos municípios segue critérios técnicos, dando igual prioridade às cidades em que é maior a parcela de pessoas dependente completamente do atendimento ofertado pelo SUS e àquelas com alto percentual da população em situação de pobreza, conforme classificação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Fotos: Elisa Elsie
ASSESSORIA

Comentários

  1. BOA SORTE, HERMANOS! A PROPÓSITO, ESTA AÍ, DE VESTIDO AZUL E BRANCO, VEIO NA EQUIPE?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Mortos em Alcaçuz pode superar Manaus

Morte trágica em Macau