Vereador diz que briga política pela Adutora de Jucurutu prejudica a população que sofre com falta de água

O vereador Márcio Soares (PP), que atua na Câmara Municipal de Jucurutu como oposição, comentou a disputa política da governadora Rosalba Ciarlini com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves com foco na construção da Adutora de 11 km, que levará água da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, para abastecer bairros de Jucurutu.

"Essa disputa para construir a Adutora de Jucurutu chama a atenção. A CAERN e o DNOCS entregaram projetos no Ministério da Integração Nacional. O entregue antes de ontem pela governadora seria engate rápido e construído em no máximo, 15 dias. Já o entregue ontem pelo DNOCS de tubulação PVC Defofo ficará pronta em 40 dias. Ainda vão passar 10 dias para autorizar as obras. Corre risco de a população ficar sem água esse ano. A maior escola de Jucurutu ficou sem aula ontem, porque não tinha água. É grande o número de pessoas que compram água. Muita gente não acredita que o DNOCS consiga construir essa adutora em 40 dias", comentou o vereador de Jucurutu.

Ainda sobre os projetos da Adutora de Jucurutu, um fato vem chamando a atenção do vereador. "Foi muito propagado em Jucurutu, na rádio local, em blogs locais, que o projeto do DNOCS era de 10 milhões de reais. Inclusive o deputado Nelter disse isso, várias vezes aqui. Talvez tenha sido o DNOCS que informou a ele, não sei. Mas, depois que Rosalba apresentou projeto orçado em 3 milhões e 300 mil reais, aí ontem surgiu um projeto novo do Dnocs, no valor de 2 milhões, 952 mil reais. Também falaram muito em engate rápido, agora vão usar tubulações que ficará submersa e vai demorar cerca de 50 dias, se os prazos daqui para frente forem cumpridos", alertou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mortos em Alcaçuz pode superar Manaus

Morte trágica em Macau