Reunião discute bilhetagem unificada para ônibus convencional e alternativo


O prefeito Carlos Eduardo recebeu na manhã desta quinta-feira, 08, os representantes do Sindicato dos Transportes Alternativos do Rio Grande do Norte (Sitorparn) para discutir as reivindicações da categoria. A bilhetagem eletrônica unificada foi o tema central da reunião e voltará a ser discutido na próxima segunda-feira, 12, após parecer jurídico da Procuradoria Geral do Município. A reunião contou com a presença do Procurador Geral do Município, Carlos Castim, dos representantes da Secretaria de Mobilidade Urbana, da OAB e da Comissão de Mobilidade Urbana da Câmara Municipal de Natal, composta pelos vereadores George Câmara (PCdoB), Sandro Pimentel (PSOL), Haroldo Alves (PSDB) e Ubaldo Fernandes (PMDB).

"Conversamos hoje sobre a bilhetagem unificada, que pode ser antecipada dependendo do estudo jurídico que será feito pela Procuradoria do Município", revelou o prefeito Carlos Eduardo, acenando com a possibilidade de apresentar um projeto de lei antes do processo de licitação dos transportes coletivos. "Essa licitação terá transparência, lisura e participação. O nosso compromisso é com a população e a coletividade para remanejar um sistema que hoje não está agradando a ninguém".

Antes de serem recebidos pelo chefe do executivo municipal, os permissionários chegaram a liderar um movimento que resultou na obstrução do trânsito na Ponte de Igapó, na Ponte de Todos e no bairro da Ribeira. À comissão que o aguardava no gabinete, o prefeito disse que só os receberia mediante a liberação do trânsito garantindo o direito de ir e vir da população. "Não havia necessidade de obstrução do trânsito. Sob pressão, a gente não trabalha. Enfim, houve diálogo, a gente conversou e chegamos a um consenso", frisou Carlos Eduardo.

Durante a reunião da próxima segunda-feira, dia 12, ficou acertado que será apresentado o estudo sobre a viabilidade de implantar a bilhetagem unificada antes da licitação. O procurador do Município afirmou, na ocasião, que existe um dispositivo na Lei Orgânica que trata da bilhetagem unificada. "O prefeito já sinalizou com a possibilidade de atender algumas demandas da categoria. Recebemos a pauta de reivindicações, que vamos analisar e verificar a compatibilidade com as disposições legais", ressaltou Carlos Castim.

 "O prefeito Carlos Eduardo se mostrou interessado em resolver os pleitos da categoria ao sinalizar que é possível atender a reivindicação que solicita a bilhetagem unificada", salientou o presidente do Sitoparn, Nivaldo Andrade. Segundo ele, a luta não é só do sindicato e dos permissionários, mas de toda a população. "A unificação do cartão vai permitir que o passageiro possa escolher qual o tipo de transporte que quer utilizar na cidade. Com certeza vamos melhorar o atendimento à população porque vamos aumentar a receita, botar carros novos com ar condicionado e elevador, como está dentro da planilha de custo. Deixaremos de ficar reféns do ônibus convencional, vez que 70% da nossa demanda fica prisioneira ao cartão do ônibus", frisou Nivaldo.

Fotos: Marcelo Barroso

Editor

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.