João Maia defende linha de crédito especial do BNB para ceramistas do RN

Ceramistas de várias regiões do Estado discutiram com deputados, secretários do Governo e técnicos do Ministério Público e IDEMA os desafios do setor, em audiência nesta sexta-feira (14) na Escola do Governo, no Centro Administrativo em Natal. Presente ao evento, o coordenador da Bancada Federal do RN em Brasília, deputado João Maia (PR) reforçou a importância de se lutar por incentivos para o setor cerâmico, responsável pela geração de milhares de empregos no Estado.

Quando eu era secretário de Desenvolvimento já discutia com vocês as necessidades do setor, que eu respeito muito, pois sei que vocês trabalham, pagam suas folhas salariais, recolhem impostos, e como qualquer outra atividade econômica tem que ser lucrativa. Apesar de achar que evoluímos, quem não ganha dinheiro não tem como investir”, disse o deputado.

João Maia acredita que uma saída para resolver a crise enfrentada pelo setor ceramista passa pela concessão de incentivos por parte dos agentes financeiros, e se colocou a disposição de acompanhar o diálogo com o Banco do Nordeste neste sentido, ou seja, de criar uma linha especial para as regiões mais deprimidas e onde a cerâmica ainda é importante geradora de emprego e renda, sem deixar de lado a preocupação com o meio ambiente.

Não adianta o BNB criar uma linha de crédito a 3% e pedir tudo de garantia. Se a gente não tiver financiamento a longo prazo, dentro da capacidade de pagamento, nada adiantará. Ninguém quer ficar devendo a banco, ameaçado de ser executado. A modernização desse setor depende de um financiamento especial para que o ceramista possa se modernizar e ter condições de manter seu negocio funcionando”, finalizou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mortos em Alcaçuz pode superar Manaus

Morte trágica em Macau