Emoção na chegada de Fábinho Porcino em casa após quatro dias sequestrado

Foto: Cézar Alves
Cézar Alves/Da Redação
O empresário Fábio Porcino Rosado Chaves, de 23 anos, foi recebido com muita festa em sua residência no bairro Nova Betânia em Mossoró por volta das 22h desta sexta-feira, 14, depois de passar 4 dias nas mãos de sequestradores.
A chegada foi emocionante. Como havia muitos repórteres na frente da residência, Fabinho Porcino entrou pela portão dos fundos, que fica ao lado da Delegacia da Polícia Federal, e o pai Fábio Porcino o trouxe ao portão da frente para apresenta-lo a imprensa.
Deixou ser fotografado abraçado ao pai. Chorava muito. Visivelmente debilitado, retornou para dentro de casa, onde passou a conversar reservadamente com familiares, amigos e funcionários.
Entre as autoridades aguardando a chegada do empresário, estavam deputados, prefeitos, empresários e o vocalista Xandy, da Banda Aviões do Forró. Policiais Civis continuaram fazendo a segurança do empresário. Rodavam as proximidades.
Fabinho saiu de Fortaleza no final da tarde, acompanhando um comboio da Polícia Civil. A previsão era chegar à Mossoró às 17h, de avião. Não foi possível. Veio de carro. Ois sequestradores também vieram para serem autuados em flagrante em Mossoró. Os demais estão sendo caçados.
O secretário estadual de segurança pública, Aldair Rocha, disse que o empresário foi localizado numa cabana de lona preta numa região pouco habitada na zona rural do município de Canindé, no Ceará.
O estouro do cativeiro aconteceu ao meio dia desta sexta-feira, 14, pelos policiais do Rio Grande do Norte e do Ceará. Depois Fabinho foi levado para ser examinado no hospital da cidade e em seguida para Fortaleza. Não sofreu lesões.
O empresário foi ouvido pela Policia Federal de Fortaleza durante a tarde e no início da noite embarcou para Mossoró. Nesta sábado, será concedida uma coletiva a imprensa às 9h, na residência do empresário.
A delegada também vai se fazer presente a entrevista coletiva neste sábado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mortos em Alcaçuz pode superar Manaus

Morte trágica em Macau