Mercedes Classe E vem para o Brasil no segundo semestre

MERCEDES-BENZ E 63 AMG S-MODEL DEVERÁ ESTREAR POR AQUI DEPOIS DO SEDÃ CLASSE E (FOTO: NEWSPRESS)
Para não desagradar nem a quem prefere o estilo clássico, nem aos clientes mais modernos, a Mercedes decidiu oferecer o novo sedã Classe E com as duas opções de estilo dianteiro na Europa: as versões de entrada Elegance têm grade com três barras horizontais e estela no capô, enquanto a Avantgarde tem grade com duas barras e o logotipo no centro, uma configuração mais esportiva.

O privilégio da escolha não deve se estender ao Brasil. Por aqui, a segunda opção deve ser a única disponível a partir do segundo semestre, quando o sedã estará à venda.

Atualmente oferecido nas versões E200, E350 e E550 (blindada), ele terá uma nova gama de motores. A Mercedes não confirma, mas o E deve vir nas configurações E250 e E400, com propulsores 2.0 quatro-cilindros de 184 cv e 3.0 V6 de 333 cv, respectivamente. Para a primeira, a promessa de 0 a 100 km/h é de 7,9 s. Já a E400 precisaria de 5,9 s.

As opções de câmbio são manual de seis marchas ou automática, 7G Tronic Plus, de sete. Ela conta com o modo M (manual) temporário, que faz com que a transmissão retorne ao modo automático depois de algum tempo na mesma marcha – o que geraria economia de combustível, de acordo com a Mercedes. Para ajudar nesse sentido, a montadora também os equipou com start/ stop.

O novo Classe E tem quatro configurações de suspensão e sistema de direção eletromecânico Direct-Steer. Ele ainda pode ser equipado com onze dispositivos de assistência ao condutor – que também serão adotados pelo futuro Classe S. Entre eles, estão o Distronic Plus, que ajuda a manter o carro na faixa , o PRE-SAFE, que detecta a presença de pedestres e para o carro sozinho até 50 km/h para evitar atropelamentos, e uma câmera com cobertura 360 graus, que permite ver todo o entorno. Nem todos são de série, porém, não se sabe qual será o pacote de itens no Brasil.

A Mercedes afirma que toda a família do Classe E deve chegar quase simultaneamente, o que inclui cupê e cabriolet, além da versão AMG. Quando acompanhado por essa sigla, o E recebe motor 5.5 de 557 cv. E ainda pode ficar melhor. Se a versão for a S-Model, a cavalaria salta para 585 cv.

AUTOESPORTE

NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.