Correios comemora aniversário com lançamento de selo no Instituto de Cegos

O lançamento do selo "Fundação Dorina Nowill para Cegos" ocorreu na manhã desta terça-feira, 20 de março, na sede do Instituto de Educação e Reabilitação de Cegos do Rio Grande do Norte (IERC-RN) e contou com a presença do diretor da ECT-RN, Hélio Pereira de Araújo.

O presidente do IERC-RN, Marcos Antônio, agradeceu aos Correios pelo trabalho realizado em prol da inclusão das pessoas cegas, com a postagem gratuita de cartas em braille.

Em seu discurso, o diretor dos Correios, Hélio Araújo, ressaltou a importância das ações sociais para a empresa, que celebra seus 43 anos pautada no respeito às pessoas. Exemplo disso é a implantação do Serviço Postal Braille dos Correios,  que transcreve correspondências da escrita comum para o braille e vice-versa.
Finalizando o evento, o aluno Pablo Silva, do IERC-RN, fez a leitura em braille da trajetória de Dorina Nowill e seu importante trabalho na promoção dos direitos da pessoa com deficiência visual no Brasil. 

O selo lançado pelos Correios é uma homenagem à Fundação Dorina Nowill para Cegos, organização sem fins lucrativos e de caráter filantrópico que já produziu mais de 6 mil títulos e 2 milhões de volumes impressos em braille, além de 1.800 obras em áudio e cerca de outros mil títulos digitais acessíveis a pessoas cegas.
ECT - Embora os serviços postais tenham sido criados no Brasil há mais de três séculos, a fundação da ECT, maior empresa de logística do país e 13° maior correio do mundo, ocorreu no dia 20 de março de 1969. Hoje, a empresa completa 43 anos em plena renovação.

A lei 12.490 de 2011 permitiu a ampliação da atuação dos Correios, com prestação de serviços no exterior e nos seguimentos postaus eletrônicos, financeiros de de logística integrada; a possibilidade de constitutir subsidiárias, adquirir controle ou participação acionárias em empresas já estabelecdias e firmar parcerias comerciais que agreguem valor a sua marca e a sua rede de atendimento. Essa modernização evitará a estagnação do correio brasileiro perante grandes multinacionais de logística, como ocorreu com o correio americano.

Até 2020, a ECT tem como meta tornar-se uma empresa de classe mundial e está trabalhando intensamente para atingi-la, com o planejamento de uma série de ações e a realização de investimentos em infra-estrutura e contratação de novos empregados. Para este ano, a Diretoria-Executiva dos Correios aprovou a criação de 13.727 novas vagas em todas as áreas da empresa.

Com informações da Assessoria de Imprensa

NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.