Juiz revoga prisão temporária de três investigados na Operação Pecado Capital

O juiz da 7ª Vara Criminal, José Armando Ponte Dias Júnior, revogou o pedido de prisão temporária de Aécio Aluízio Fernandes de Faria, Adriano Flávio Cardoso Nogueira e Daniel Vale Bezerra, que estão sendo investigados na Operação Pecado Capital, deflagrada pelo Ministério Público. O magistrado determinou ainda que os dois computadores do Supermercado É Show (loja 1 e 2) -utilizados como servidores dos caixas dos estabelecimentos - sejam restituídos. Os equipamentos deverão ficar sob depósito do administrador designado pela justiça.

 

De acordo com o magistrado, não há mais necessidade da prisão dos investigados porque já foram cumpridas todas as diligências no tocante a busca e apreensão pessoal e domiciliar. Eles também foram ouvidos pelo Ministério Público no procedimento de investigação criminal.

“Á época em que foi decretada, a prisão temporária dos três investigados fazia-se absolutamente necessária, ao menos até a conclusão das diligências de busca e apreensão em suas residências e locais de trabalho, de modo a evitar que tais pessoas, em liberdade, pudessem de algum modo vir a comprometer a eficácia de tais diligências”, destacou o magistrado em sua decisão.

NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.