Pinterest

Advertise

Notícias do RN

Gravidez: Descubra os sintomas e formas de identificá-la


Resultado de imagem para gravidez sintomas
Imagem: ABC do Bebê
A notícia de uma gravidez vem carregada de emoção, algumas vezes positivas e outras negativas. No Brasil cerca de 55% das gravidezes não são planejadas e acontecem majoritariamente por falta de utilização métodos anticontraceptivos e em segundo plano pela falha deles. O quadro começa a ser cogitado pela mulher normalmente pela expressão de sintomas.

Os primeiros sinais de gravidez podem aparecer antes mesmo da mulher notar o atraso período menstrual, como podem ser sutis, é normal que passem despercebidos. Já no primeiro mês, 4 semanas após a relação sexual, eles começam à a aparecer. Como cada organismo se comporta de forma única, esse tempo pode ser relativo à cada uma.

Sintomas:     
-       Enjoos
-       Náusea
-       Cólicas
-       Aumento e dores nos seios
-       Indisposição
-       Tonturas
-       Sangramentos irregulares (causados pela nidação)
-       Vontade de urinar frequentemente
-       Atraso da menstruação
-       Mudança de paladar
-       Sensibilidade a cheiros

Mesmo sendo indicativos, os sintomas não são suficientes para a conclusão do quadro de gravidez. A Tensão Pré-Menstrual e a Endometriose (crescimento exacerbado do útero)  provocam efeitos similares. Dessa forma, é necessária a confirmação por meios mais confiáveis como os testes de farmácia, o exame de sangue e a ultrassonografia.

Métodos de diagnóstico
           
Testes de gravidez de farmácia

Majoritariamente encontrados em farmácia, os testes variam de R$10,00 à R$30,00 e apresentam alguns pacotes com vários deles que chegam até R$67,00. Existem categorias desses exames, os de tira, os de canetas e os digitais. Embora tenham formas diferentes de demonstrar o resultados, todos eles funcionam por meio da detecção do hormônio HCG (gonadotrofina coriônica humana).

Todos os tipos de testes consistem na imersão da fita na urina da mulher que suspeita de gravidez até a altura indicada pela fabricante. Depois disso é necessário aguardar alguns minutos para que o resultado apareça. A diferença é demonstrada no resultado, o de tiras e os de caneta indicam por meio de traços enquanto os digitais mostram por palavras ou símbolos.

O procedimento para a realização é simples, porém recomenda-se a leitura das recomendações do fabricante. Ter atenção às instruções é importante para conseguir um resultado mais preciso.

Apesar de serem confiáveis, o resultado pode ser equivocado. Como cada organismo funciona de forma muito particular, a produção de hormônio HCG pode não ser suficiente no dia que o teste foi feito e por isso, a gravidez pode não ser acusada. Alguns testes também apresentam menos sensibilidade, podendo acusar o falso negativo.

No resultado positivo, a precisão é muito mais expressiva e os riscos de ocorrer um falso positivo são irrisórias. De qualquer forma, é recomendado que o teste seja refeito após 15 dias ou então que um exame de sangue seja realizado para um diagnóstico correto.

Exame de sangue
Por ser um exame clínico e analisado por um especialista, o exame de sangue é mais preciso e confiável, além disso o custo não é muito distante do teste de farmácia, variando de 20 a 40 reais. A única coisa que o diferencia de um exame de sangue tradicional é o objeto de análise. Para obtenção do resultado, é feita a contabilização do hormônio HCG e analisa-se a sua concentração por volume de sangue.

Caso a concentração seja de 0 a 25, não há constatação de gravidez, de 25 a 100 dependendo do laboratório pode-se atestar a gravidez ou indeterminar o quadro (em que a concentração não é suficiente para concluir o diagnóstico) e superior a 100, a mulher cujo sangue foi colhido está grávida.


Ultrassonografia
Esse método pode ser realizado por duas formas. A ultrassonografia transvaginal e a abdominal. Ambas conseguem detectar a gravidez pela identificação do saco gestacional (estrutura que abriga o embrião), apenas a região utilizada para o diagnóstico é diferente.

A primeira é feita pela inserção do aparelho no canal vaginal para acessar o útero e assim mapeá-lo, a gravidez consegue ser detectada a partir da quinta semana. Já o segundo, pode ser feita pela região abdominal e consegue detectar a gravidez a partir da sétima semana. 

O acompanhamento médico é de suma importância para quem suspeita de uma gravidez. Por ser desempenhado por especialistas, os métodos são mais confiáveis e assertivos. Além disso, podem-se detectar doenças como a endometriose que podem provocar consequências graves à saúde da mulher.



Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo.

Nenhum comentário:

Deixe o seu comentário

Arquivo de Notícias