Últimos acontecimentos negativos fazem Rivelino perder disputa pela presidência da FEMURN

Rivelino Câmara 1
Imagem: Jornal De Fato
O atual chefe do executivo da cidade de Patu, no oeste potiguar, Rivelino Câmara, começa a colecionar algumas derrotas no seu currículo. Recém empossado prefeito, Rivelino iniciou uma campanha nítida para ganhar destaque a nível estadual. Nesse anseio de alçar novos voos, Câmara parece ter exagerado um pouco e, ao que parece, não escutou muitos suas bases. 

Erros de Rivelino podem ter atrapalhado sua candidatura 

Assim que assumiu a prefeitura tratou de articular uma chapa para a presidência da câmara de vereadores, apoiando uma vereadora ligada ao sindicalismo onde, ao que se escuta, foi motivada pela preocupação com um possível escândalo da PREVI na cidade, no qual foi destaque neste BLOG, em detrimento de membros ligados ao grupo do ex-prefeito Dr. Ednardo que foi o principal apoiador e líder que deu vitória a Rivelino. Logo em seguida, na contínua busca por essa notoriedade estadual ele encabeçou outra chapa já para ser o Presidente da FEMURN. Desta feita Rivelino buscou alguns veículos de imprensa para promover seu nome, deu algumas entrevistas, articulou inclusive com poderosos prefeitos recém eleitos e ligados à grandes nomes da política potiguar. 

Tudo que aconteceu com Câmara serviu para provar o que estava explícito o tempo todo. Rivelino queria aparentemente apenas um trampolim para seguir seu plano de ganhar poder no estado, talvez para uma possível candidatura a Deputado Estadual, a saber, e está supostamente usando o grupo do seu líder apenas como esse estopim para sua carreira, que ao que se observa, é solo.

Atrasos de Servidores

Um outro erro que talvez tenha atrapalhado a sua vitória foram as últimas notícias negativas relacionadas à sua administração pois os servidores municipais estão sofrendo com atrasos e muitos prefeitos tiveram acesso a essas informações o que gerou uma evasão de apoios.

Candidatura de Rivelino "subiu no telhado"

Ao contrário do que foi destacado por muitos veículos de imprensa, citando Rivelino como o mais forte, o nosso Blog postou uma matéria ontem falando acerca dessa situação, onde havia tido acesso a informações onde diziam totalmente o contrário, que a candidatura estava perdendo força a cada dia e chegou enfraquecida nesta sexta-feira, onde a prova disso é que obteve apenas 47 votos contra 66 do vencedor Benes Leocádio.


Rivelino não era consenso nem no partido a qual faz parte, haja vista que o PMDB tinha outro candidato que é Benes,  ex-prefeito de Lajes, que saiu vitorioso com 65 votos.

Dessa forma, os últimos acontecimentos negativos inviabilizaram o projeto de Câmara de chegar à FEMURN.

Editor

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.