Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes



Diaconia e CREAS chamam atenção para o "18 de Maio"
Data assinala o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à
Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes

A Diaconia e o Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS) realizam uma série de ações em Umarizal, a partir desta quarta-feira (18), para marcar o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes. A programação inclui debate com estudantes de escolas públicas, "blitz" educativa com motoristas e participação em um programa de rádio local. Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), Conselho Tutelar, Fórum de Defesa dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes (Fórum DCA) e Secretaria de Assistência Social são parceiros na iniciativa.


"Queremos chamar atenção da sociedade para uma realidade que assusta, mas é, muitas vezes, abafada por questões culturais. A proteção à criança e ao adolescente deve ser prioridade em nossas casas, escolas e qualquer outro espaço de convivência, e qualquer caso suspeito deve ser, de pronto, denunciado às autoridades", afirma a assessora político pedagógica da Diaconia, Djuliane Mcnamara.

Na quarta-feira (18), representantes das organizações envolvidas com a Campanha do 18 maio participam de debate no programa Evidência, a partir das 16h, na Rádio Fraternidade (104,9 FM), para alertar a população sobre os casos de abuso e exploração sexual envolvendo crianças e adolescentes. Somente no primeiro trimestre deste ano, o Disque 100 registrou cerca de 4.500 denúncias de violência sexual contra o público infantojuvenil no País.

No mesmo dia, das 8h às 17h, a Diaconia leva a mostra itinerante "Nem Tão Doce Lar" ao CRAS de Doutor Severiano, também no Oeste Potiguar. A exposição reproduz uma típica casa familiar, com informações e imagens que denunciam a violência sofrida por mulheres, crianças e jovens no ambiente doméstico.

Já na quinta-feira (19), estudantes de nove escolas municipais e estaduais de Umarizal participam de uma Roda de Debate na Escola 11 de Agosto, no Centro, sobre a temática da violência sexual infantojuvenil, com a presença de representantes das organizações promotoras, Polícia Civil e Assistência Social.

A programação chega ao fim na segunda-feira (23), com a realização de uma blitz educativa no semáforo em frente à Prefeitura. Na ocasião, cerca de 500 motoristas serão abordados com a entrega de folders e adesivos relacionados à Campanha.

Entenda a data - No dia 18 de maio de 1973, uma menina de oito anos foi  sequestrada, violentada e cruelmente assassinada em Vitória, no Espírito Santo. Seu corpo apareceu carbonizado seis dias depois  e os seus agressores, jovens de classe média alta, nunca foram punidos. O crime teve grande repercussão e virou um símbolo de toda a violência cometida contra as crianças no País. A partir da aprovação da Lei Federal nº. 9.970/2000, a data foi instituída como o "Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes".

Assessoria

Editor

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.