Diário Potiguar: Rotatória é mais um problema na Avenida Ayrton Senna


Foto: Wellington Rocha
Quem trafega pela Avenida Ayrton Senna já deve ter percebido o descaso da administração municipal com a via. São buracos, desníveis, pontos de alagamento e falta de sinalização.

A total falta de preocupação com a região é antiga e segundo os moradores a prefeitura simplesmente abandonou o que não deixa de ser uma das principais Avenidas de Natal.

Para piorar a situação a STTU instalou uma rotatória nas proximidades do Banco do Brasil e o que era para melhorar o trânsito e que faz parte do projeto de “Recuperação da Ayrton Senna”, acabou contribuindo para um verdadeiro Caos. São acidentes, reclamações, falta de segurança para pedestres e ainda o prejuízo para alguns comerciantes do local.

Imagem: (Wellington Rocha)
A Escola Pedagógica Heitor Carrilho foi uma das mais afetadas com a mudança, inclusive  tendo parte de seu muro derrubado devido a um acidente de carro causado pela rotatória.

Os motoristas ouvidos pelo Diário Potiguar simplesmente estão confusos quanto à sinalização e também questionam o estudo realizado para a criação daquele artifício para supostamente “facilitar” o trânsito. 


Sr. Oliveira, que trafega constantemente no local dispara: “De quem foi a idéia de girico em colocar essa rotatória aqui”.  “A Ayrton Senna já estava um caos com isso aqui ficou pior. Tenho certeza que esse que criou isso aqui não mora aqui”, completou. A Autônoma Rose Alves ainda criticou a situação “É Como se tivessem feito uma obra e soltado aí e se virem. Ou seja, alguma coisa está errada”.

Segundo o Diretor de Fiscalização da STTU, Rogério Leite a obra é para facilitar o acesso de quem vem do Serrambi II para a Ayrton Senna e para as linhas de ônibus 50 e 65 possam realizar melhor a manobra. 

Acontece que na prática essa manobra e a facilitação de quem trafega de qualquer parte da Ayrton Senna não está acontecendo e, ao contrário, de fato está pior.

Não conseguimos contato com a STTU para esclarecer dúvidas sobre uma possível retirada da Rotatória do local, porém, de acordo com informações, a Secretaria está sendo indiferente em relação à situação de quem trafega no local chegando a informar, inclusive, que não há problemas na região e não houve reclamações.

Comentários

  1. O problema não é a rotatória, o problema nesse acidente foi o excesso de velocidade. O veículo "decolou" ((azzera)) e aterrisou no pátio da escola. Definitivamente o motorista natalense não sabe como se comportar numa rotatória.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Popular Articles

Mortos em Alcaçuz pode superar Manaus

Morte trágica em Macau