Transtornos: “O legado da copa”

Publicidade:

Informal mas esclarecedor – Algumas denúncias na copa

Esse é mais um desabafo que cada norte-rio-grandense e, quiçá, todo brasileiro gostaria de relatar.

Legado da Copa I

DETRAN fechado antes da hora; repartições públicas fechadas; cartórios fechados; tumultos; brigas, discussões; viadutos caindo; mortes; violência; seleção brasileira perdendo; frustração.

Esses são alguns exemplos da total desarmonia que está vivendo cada cidadão, cada brasileiro.

O país do futebol, que não quer ser reconhecido como o “país da saúde”, da educação, da justiça, está amargando receber transtornos em troca de toda a prepotência, pompa e vaidade trazidas pela FIFA e pelos seus padrões, além de todo sofrimento que o nosso povo viveu.

DETRAN (Denúncias)
DETRAN - O coordenador Marcelo Brito Galvão revela que o número de carros com GNV cresce numa escala de 10% mensalmente
Coordenador Marcelo Brito (Foto: Junior Santos - TN)
Nos dias de jogo do Brasil, a pressa para fechar esse Departamento estadual era tamanha que gerou uma série de transtornos para os usuários. O Notícias do RN e o Diário Potiguar receberam uma série de denúncias. A principal delas foi o caso de um jovem que precisou retirar a segunda via do documento do veículo e simplesmente depois de passar a manhã inteira no DETRAN, e um dos setores ter errado uma informação, foi duramente abordado pela segurança do local que não poderia entrar mais no setor para “resolver a situação”, pois já havia passado do horário. O jovem advogado, esperando que o departamento lhe fizesse justiça informou que o erro havia sido do próprio DETRAN e, mais ainda, que o horário de atendimento era até as 12h(duas horas a menos) e ainda faltavam algo em torno de 10 minutos. Mesmo com toda a razão foi impossibilitado de resolver seu problema e questionou sobre conversar com o coordenador do setor. Depois de uma longa procura se deparou com um Senhor, de nome Marcelo se identificando como o coordenador e dizendo que ele mesmo, repito, ele mesmo, havia ordenado que fechassem aquela hora e ainda disparou: “Falta 1 minuto para terminar o horário e você ainda quer que eu faça alguma coisa?” ou seja meu querido leitor, pela “via crucis” que o rapaz enfrentou o mínimo que uma pessoa sensata poderia dizer como coordenador era de que iria resolver o problema, mas foi o contrário o coordenador ainda disparou: “Não vou fazer nada, já estou de saída”.  Para finalizar ainda mais o legado da copa o jovem saiu da sala e ao reclamar com um funcionário ainda levou: “Quem tem o pé do ouvido para aguentar reclamação, amigo, é a ouvidoria”.

O Notícias do RN ainda recebeu denúncias mais graves do setor de vistorias, estamos apurando e assim que possível publicaremos..

Além disso, já tem os nomes de cada funcionário responsável por essa barbárie de péssimo atendimento.  

Em resumo, o contribuinte vai até o DETRAN, perde o tempo precioso, de toda a amanhã, passa por uma tremenda burocracia, é vítima de um erro na vistoria, volta para a sala em tempo hábil antes do horário de fechamento (que já descontava 2h) é barrado por seguranças mal educados, é ignorado por um coordenador que sai antes do horário e, que afirma que mandou fechar antes de terminar o expediente, vai reclamar e ainda é alvo de: “Quem tem o pé do ouvido para aguentar reclamação, amigo, é a ouvidoria”.

Cartórios fechados

Um outro problema que a população enfrentou nesses dias de copa foi a diminuição do horário dos cartórios devido a uma portaria do TJ. Para se ter uma idéia quem precisou resolver algum assunto nos cartórios e resolveu sair no horário do almoço se deparou com o estabelecimento fechado. No 4° Ofício de Notas, no Shopping Cidade Jardim, inclusive, um dos nossos leitores denunciou a falta de educação de funcionários que simplesmente ignoraram os clientes, barrando e fazendo caretas quando os mesmos questionavam o horário.

Legado da Copa II


Em meio a toda essas dificuldades enfrentadas por contribuintes, clientes, usuários de serviços públicos e cidadãos, está a frustração de ter passado por uma verdadeira farra de vaidades e simplesmente não ter vencido o mundial. Agora fica aquela sensação de tempo e dinheiro perdido; Agora a imprensa que falava que era muito investimento nesta copa está sendo ouvida. A mesma imprensa que foi acusada de ser Anti-Dilma, falando mal da Copa e da falta de investimentos nas outras áreas, está hoje sendo respeitada. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mortos em Alcaçuz pode superar Manaus

Morte trágica em Macau