Suspeito de assassinar lutador de MMA é vítima de atentado em Macaíba

O tenente Iranildo Félix da Silva, principal suspeito pela morte do lutador de MMA Luiz de França, foi vítima de um atentado no início da tarde deste domingo, em uma estrada carroçável na zona rual de Macaíba. A informação foi confirmada pelo oficial de plantão do município.

De acordo com as primeiras informações da polícia, Iranildo estava com uma mulher dentro de um Fiat Uno, quando dois homens chegaram em uma moto e dispararam várias vezes contra eles. 
Ex-mulher do tenente foi atingida na cabeça e morreu no local
A mulher, identificada como Izania Maria Bezerra Alves, foi atingida na região da cabeça e não resistiu aos ferimentos, morrendo ainda no local. Já o tenente foi baleado na região do abdômen, mas estava usando colete a prova de balas e foi socorrido. Ele foi encaminhado para um hospital em Natal e seu estado de saúde é estável.

Esse teria sido o segundo atentado que o tenente sofreu nesta semana. Na quarta-feira (12), ele afirmou que, após sair do exame residuográfico no Instituto Técnico Científico de Polícia (Itep), dois homens em uma moto teriam seguido ele em uma moto. Iranildo conseguiu escapar após fazer uma manobra com o carro.

Ainda na noite da quarta-feira, Iranilton foi levado para um hospital particular de Natal após ingerir uma grande quantidade de comprimidos. Segundo o comandante-geral da PM, coronel Francisco Araújo, o tenente está afastado há 10 meses do trabalho por causa de uma depressão.

Morte de lutador

Luiz de França, lutador de MMA e instrutor de uma academia no bairro Cidade Satélite, foi morto a tiros na manhã da última segunda-feira (10). De acordo com a polícia, o principal suspeito é o tenente Iranildo Félix e a motivação seria uma discussão entre Luiz e o militar por causa de uma aula na academia. Ao longo da semana, o suspeito e outras testemunhas foram ouvidos pela polícia.

Os donos da academia e outro professor que ficou ferido com os disparos afirmaram que a ação aconteceu muito rápido e o assassino não pode ser identificado. Já o capitão da PM Juscelino Martins Grilo de Holanda, apontado como o autor da declaração de que o tenente Iranildo foi visto no dia do crime com as mesmas roupas descritas por testemunhas do assassinato, negou a informação.

O delegado Sílvio Fernando Nunes, responsável pelas investigações, já recebeu imagens da câmera de segurança do condomínio do tenente e aguarda outras das câmeras instaladas próximo a academia.

Do Blog: Estranho é o tenente encontrar-se em um local ermo juntamente com, segundo informações sua ex- companheira e somente ele vestindo colete, bem como é estranho a região dos disparos (ele no abdômen, ela na cabeça)?   
Por Tribuna do Norte. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mortos em Alcaçuz pode superar Manaus

Morte trágica em Macau