PMDB quer trocar Fátima por Wilma para reforçar candidatura ao governo

Fernando Bezerra - Pré candidato a Governo pelo PMDB
Parte considerável do PT potiguar, já prevendo que a deputada Fátima Bezerra vai "boiar" na praia do PMDB, está chamando os Alves, de Henrique e Garibaldi, de "golpistas".
É que os Alves estão costurando uma chapa majoritária descartando a candidatura de Fátima para o Senado Federal. Em seu lugar seria escalada a vice-prefeita de Natal e ex-governadora Wilma de Faria (PSB).
A presença de Wilma na chapa, entendem os Alves, reforçaria a candidatura do PMDB ao Governo do Estado, já que o partido está sem nome forte para disputar o pleito.
Alves são conscientes que se o ex-senador Fernando Bezerra aceitar o desafio, terá que ter outro nome na chapa com densidade eleitoral, no caso Wilma.
A lógica - e o histórico - apontam que os Bezerra, Fernando e Fátima, não são páreo para enfrentar uma provável candidatura à reeleição da governadora Rosalba Ciarlini (DEM). Os dois são ruins de voto em disputa majoritária.
Certos de que serão deixados de lado pelo PMDB, os petistas potiguares levaram o caso para Brasília, onde se costura o projeto de reeleição da presidente Dilma Rousseff, que tem o peemedebista Michel Temer como vice.
O argumento do PT é de fácil convencimento. O partido alega que no RN o PMDB quer fortalecer o PSB, do governador pernambucano Eduardo Campos, principal adversário de Dilma na disputa deste ano.
Se PMDB e PSB formarem chapa majoritária no RN, o palanque de Dilma Rousseff ficará fragilizado, pois Eduardo Campos ganhará o espaço.
Daí, sobraria para Dilma o palanque da governadora Rosalba Ciarlini, apesar da arenga histórica com o Democratas do senador José Agripino.
Como se pode observar, a sucessão estadual mexendo com os nervos de muita gente.
Por Cesar Santos - Defato 

NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.