Primeiro dia de julgamento de Mizael Bispo termina com depoimento de engenheiro

Foto: Daia Oliver/Portal R7
O primeiro dia de julgamento de Mizael Bispo, acusado de matar a advogada Mércia Nakashima, terminou por volta das 20h30 desta segunda-feira (11). O terceiro depoimento a ser ouvido no plenário do Fórum Criminal de Guarulhos, na Grande São Paulo, foi do engenheiro Eduardo Amato Tolezani, que analisou ligações telefônicas entre a vítima e o réu.
A segunda testemunha a prestar depoimento foi o especialista em biologia Carlos Eduardo Bicudo. Em seu depoimento, Bicudo falou sobre a espécie da alga encontrada na sola do sapato do policial militar reformado durante a investigação. 

Durante o depoimento, Bicudo afirmou que aquele tipo de alga foi encontrado na represa de Nazaré, onde o corpo de Mércia foi encontrado, e que "o sapato analisado foi submerso na água da represa". Segundo o biólogo, "não há outra hipótese para essa alga estar lá [na sola do sapato]".

O primeiro depoimento do julgamento foi do irmão da vítima. Márcio Nakashima foi ouvido durante quase quatro horas e chegou a bater boca com os advogados de defesa de Mizael. O julgamento chegou a ser interrompido pelo juiz Leandro Bittencourt Cano. 

Julgamento

Cinco mulheres e dois homens formam o conselho de sentença de Mizael Bispo. O julgamento do policial reformado começou por volta das 10h40. Ele vai a júri popular pela morte de Mércia Nakashima, assassinada em maio de 2010.

DO R7

Amanhã continua a transmissão do segundo dia do Julgamento de Mizael Bispo

NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.