Natal: Prefeito apresenta projetos de urbanização integrada em Brasília


O prefeito Carlos Eduardo esteve na manhã desta segunda-feira (18) em reunião com o Secretário Nacional de Saneamento Ambiental, Osvaldo Garcia, para tratar dos projetos de urbanização integrada dos bairros de Lagoa Azul e Planalto. Natal foi a primeira cidade a entregar os projetos de urbanização integrada dentro da nova fase de habilitação dos projetos.

Segundo a secretária de Planejamento, Virginia Ferreira, que acompanha o prefeito em Brasília, os projetos prevêem pavimentação, drenagem, construção e melhorias de casas, regularização fundiária, construção de escolas, Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), unidades de saúde, centro de zoonose, centro odontológico, centro de medicamentos, praças, quadras, construção de centros de artesanato, pontos de memória, centro de educação musical, Centro Integrado de Atendimento ao Trabalhador (CIAT) e ecopontos, entre outros equipamentos urbanos.

O projeto prevê ainda a construção de um parque ecológico às margens da Lagoa Azul Dendê, no bairro Lagoa Azul, para recuperação e preservação ambiental (a área está inserida em Zona de Proteção Ambiental) e uso da comunidade.
O trabalho é coordenado pela Sempla com a participação das diversas secretarias envolvidas. Esses dois projetos somam R$ 367 milhões e receberam sinalização positiva do governo federal, segundo o prefeito Carlos Eduardo. "No caso do Planalto, o projeto prevê também habitação com o programa Minha Casa Minha Vida e é considerado prioritário pelo governo federal, mas também temos uma expectativa bastante positiva em relação ao projeto de Lagoa Azul em função de ser um dos bairros com menores índices de IDH de Natal", completou. 
A ideia é transformar o espaço urbano daqueles bairros, facilitando deslocamentos, ampliando o acesso a serviços como educação, saúde, esporte, cultura e lazer, estimulando o convívio em comunidade, a prática de exercícios físicos e o exercício da cidadania.
Também foi apresentado à secretaria de Saneamento, por onde os projetos deram entrada, outro projeto no valor de R$ 10 milhões para o loteamento Brasil Novo, no bairro de Pajuçara, uma das regiões de Natal que apresentam problemas de alagamento no período das chuvas. O projeto prevê obras de esgotamento sanitário, drenagem e pavimentação. "O Brasil Novo é uma das comunidades que mais sofre com a falta de infra-estrutura em Natal e estamos tentando os recursos para resolver os problemas daquela região", diz Carlos Eduardo. 

ASSESSORIA

NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.