Mesmo anunciando apoio ao prefeito, vereadora não hesita em relatar problemas em unidades de Saúde

A vereadora Eudiane Macedo (PHS) anunciou recentemente, em entrevista ao Jornal do Dia, da TV Ponta Negra, que fará parte da base de apoio à gestão do prefeito Carlos Eduardo (PDT) na Câmara Municipal de Natal (CMN).
"O meu partido, PHS, participou da campanha do prefeito. O apoiamos desde o primeiro turno da eleição. Então, farei parte da base de apoio à administração. Votarei favorável aos projetos que irão beneficiar a cidade do Natal", declarou.

Eudiane disse que, em reunião com a bancada governista o prefeito se comprometeu a realizar a urbanização de diversos loteamentos da cidade, localizados em sua maioria na Zona Norte.

Mesmo anunciando apoio ao Prefeito, Eudiane, que faz parte da Comissão de Saúde, Assistência Social e Defesa do Consumidor da Câmara Municipal de Natal (CMN) não hesitou em relatar a constatação de deficiências preocupantes no atendimento à população das unidades de Saúde de Neópolis e Satélite .

Na unidade de Neópolis, a vereadora observou, em conversa com os pacientes, que faltam especialidades médicas, como psiquiatra e fisioterapeuta, e medicamentos. Além disso, funcionários destacaram o alto número de atendimentos às pessoas do interior como fator que contribui para o agravamento da situação.

"Identificamos vários problemas. A população reclama de falta de médicos, remédios e de estrutura para os atendimentos. Nosso papel como parlamentar e membro da base do prefeito Carlos Eduardo (PDT), será levar a situação para o secretário Cipriano Maia, apresentar requerimentos e cobrar soluções para melhorar o atendimento ao povo", declarou Eudiane.

A situação na Unidade de Pronto Atendimento do Satélite é ainda pior. A vereadora informou que, ao vistoriar o local, constatou que faltam médicos, remédios e a estrutura física é precária. Uma ala do prédio, segundo ela, foi abandonada por falta de condições de uso. Parte do forro do teto já começou a cair.

Vigilantes relataram também presença de insetos, como ratos, baratas e até escorpião, pelos corredores da unidade. "No Pronto Atendimento do Satélite a única coisa que funciona é o Laboratório. As atividades estão precárias. A situação é muito complicada. Vamos levar as informações colhidas à Prefeitura e à Câmara", enfatizou.

Também participaram da fiscalização os vereadores Fernando Lucena (PT), Franklin Capistrano (PSB), Adão Eridan (PR) e Aroldo Alves (PSDB), que também são membros da comissão. Durante os quatro anos desta legislatura, estes parlamentares farão visitas às unidades de saúde municipais e conveniadas em toda a cidade.

NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.