As escolas de samba de Natal não irão desfilar este ano por falta de recursos


As Escolas de Samba e Tribos de Índios de Natal fizeram uma última tentativa, na manhã desta segunda-feira, para viabilizar os desfiles durante o Carnaval deste ano, porém sem sucesso.

Diretores da Aestim, entidade que representa as agremiações carnavalescas, apresentaram ao presidente da Fundação Capitania das Artes, Dácio Galvão, uma proposta que possibilitaria os desfiles: além dos R$ 50 mil inicialmente disponibilizados pela Prefeitura para ajuda de custo, a Associação sugeriu que fosse remanejada (em favor das Escolas e Tribos) os R$ 127 mil destinados a montagem da estrutura do 'sambódromo' na Ribeira. "Seria uma forma de cobrirmos parte dos gastos que tivemos na confecção das fantasias e adereços", disse Kerginaldo Alves, presidente da Associação das Escolas de Samba, Tribos de Índios, Blocos e Troças Carnavalescas.

Entretanto, o impasse criado em torno dos desfiles já havia sido definido na sexta-feira (dia 1º), quando prefeito Carlos Eduardo comunicou oficialmente aos carnavalescos que o município não poderia arcar com os custos pretendidos. 

A decisão foi mantida, e a verba foi remanejada para os outros cinco pólos do Carnaval natalense: Ponta Negra, Redinha, Rocas, Alecrim e Centro Histórico. 

Com isso, nada de desfile de escolas de samba neste ano aqui na capital. 

Perde a cultura, e perde a população. 

Lastimável!

Com informações da Tribuna do Norte. 

NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.