Rosalba Ciarlini sanciona isenção de IPVA para táxi de até 7 lugares

A governadora do RN, Rosalba Ciarlini, sanciona nesta sexta-feira (04), às 12h, no auditório da Governadoria, a modificação da Lei Estadual n.º 6.967, de 30 de dezembro de 1996, que amplia para veículos com capacidade para até sete passageiros a isenção do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) destinada aos taxistas.

Para a governadora Rosalba Ciarlini esse é um pleito legítimo e o Governo do Estado atende, principalmente, porque Natal é uma das cidades-sede da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 e precisa atender bem aos turistas que aqui chegarem. "Sem falar que os taxistas poderão comprar carros mais confortáveis para atender seus clientes e ainda fazer uso do gás natural veicular, tendo mais economia, pois terão carro com maior potência", disse.

A iniciativa da governadora Rosalba Ciarlini concorda com uma determinação da presidenta Dilma Rousseff, que estabeleceu em 26 de agosto de 2011, através do art. 2º da Lei Federal n.º 12.468, a definição do profissional taxista como sendo o proprietário de veiculo automotor, com capacidade para até sete passageiros, que exerça o transporte remunerado de pessoas.

A medida governamental beneficiará a população potiguar, sobretudo o setor de turismo do Estado, que passará a contar com veículos maiores e mais confortáveis, necessários para incrementar o setor turístico no Rio Grande do Norte. "Com essa mudança queremos melhorar o atendimento à rede hoteleira, principalmente junto aos turistas que viajam em grupo e famílias", afirmou Genário Torres, presidente da Cooperativa dos Proprietários de Taxi de Natal.

De acordo com o presidente da Cooptax, Genário Torres, o Rio Grande do Norte tem atualmente uma frota de táxis estimada em quase 5 mil veículos, e era do interesse da categoria a regulamentação estadual para que as empresas pudessem oferecer veículos maiores e melhores para a clientela local e turistas. "Havia uma torcida muito grande da categoria na agilidade deste pleito. Não quer dizer que haverá a troca de 100% da frota por carros maiores, mas muitos taxistas querem fazer essa mudança", afirmou Genário Torres.

O presidente da Cooptax explica também que a habilitação de veículos com maior capacidade de passageiros traz outros benefícios para os taxistas. "O uso do gás natural veicular, que é utilizado como combustível pela maioria dos taxistas, requer carros com maior potência que antes não podíamos utilizar, pois esses veículos muitas vezes são maiores e ultrapassam a capacidade de cinco passageiros estabelecida pela Lei anterior", disse Genário.
Fonte: Assessoria de Imprensa

NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.