Femurn participa de Encontro Nacional dos Municípios


Em busca de novas saídas para crise que tomou conta dos municípios brasileiros, gestores de todos o Brasil participam nesta semana do Encontro Nacional de Novos Prefeitos e Prefeitas, que acontece em Brasília. Além do prefeito de Lajes, Benes Leocádio, presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), cerca de 50 gestores do Rio Grande do Norte também foram em busca de soluções. O Encontro foi aberto pela presidente Dilma na última segunda-feira e segue até amanhã (30).   



Nesta terça-feira (29), o governo anunciou um investimento de R$ 1,6 bilhão para construção, reforma e ampliação de unidades básicas de Saúde em municípios de todo o Brasil. A informação foi dada pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha. A meta é construir 1.253 unidades, ampliar 5.629 e reformar 4.348 em 2013. 

De acordo com a presidente Dilma, a situação dos municípios brasileiros deve melhorar com os novos investimentos, cerca de R$ 66,8 bilhões, que foram anunciados pela presidente na abertura do Encontro Nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas, em Brasília.

A presidenta rechaçou qualquer possibilidade de rever a política de divisão dos royalties do petróleo. “Não faço demagogia. A verdade é que não temos de onde tirar [recursos]. Temos visão de médio e longo prazo para as futuras gerações. Por isso, precisamos colocar muito dinheiro na educação”, afirmou.

Dilma pediu ainda que as prefeituras melhorem a capacidade de gestão para impedir atrasos nas obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). “Os recursos do PAC não estão contingenciados [bloqueados]. Não há motivos para as obras estarem atrasadas”, ressaltou.


NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

1 comentários:

  1. O prefeito de Luis Gomes RN , Francisco Tadeu Nunes nao compareceu a este tao importante evento em Brasilia , talvez porque ele nao considera os seus eleitores , logo agora que a populaçao precisa tanto de um representante , que pena nos perdemos a chance de dezer que estamos precisando de ajudas do governo federal .

    ResponderExcluir

 
biz.