Deputado Henrique Alves é alvo de novas denúncias ainda mais graves

O Jornal Folha de São Paulo publica neste domingo (13) outra denúncia contra o deputado federal Henrique Eduardo Alves, líder do PMDB e que está na frente na corrida pela presidência da Câmara dos Deputados em Brasília (DF). 
Na edição deste final de semana, a Revista Veja já denuncia que o deputado de 64 anos, sendo 42 anos na Câmara dos Deputados, aluga carro a empresa fantasma em Brasília. 

Na nova denúncia, o deputado estaria destinando emendas parlamentares para prefeitos do PMDB no Rio Grande do Norte, que por sua vez contratam para executar a obra a empresa de seu assessor desde 1998, Aluizio Dutra de Almeida, tesoureiro do PMDB regional no RN. 

Aluizio Dutra de Almeida é sócio (50%) da Construtora Bonacci Engenharia e Comércio Ltda, que vence as licitações realizadas pelos prefeitos do PMDB para investimentos em obras que o deputado Henrique Alves destinou os recursos. 

Como exemplo, a Folha de São Paulo citou a Praça da Criança, em Campo Grande. Neste caso, o prefeito Bibi de Nenca, do PMDB, recebeu R$ 175 mil do Ministério do Turismo na gestão de Pedro Novais e Gastão Veira, que são indicações do PMDB aos cargos e que Henrique Alves se empenhou pessoalmente e por escrito para liberar os recursos. 

A Folha de São Paulo, o deputado Henrique Alves não quis comentar as denúncias. A Assessoria dele negou. 

O assessor Aluízio Dutra não vê crime no caso.

 Veja na íntegra AQUI

NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

 
biz.