Policial civil da Deprov morre e outro é baleado em confronto com assaltantes


Por Thyago Macedo e Sérgio Costa (Portal BO)
Dois policiais civis da Delegacia Especializada em Defesa e Propriedade de Veículos foram surpreendidos por uma quadrilha fortemente armada, na noite desta segunda-feira (3). Um deles, o policial Geovanez, foi atingido por vários disparos de arma de fogo e morreu a caminho do hospital. A ocorrência aconteceu na comunidade de Taborda, em São José de Mipibu, e foi confirmada ao Portal BO pelo delegado geral da Polícia Civil, Fábio Rogério.

Policiais civis e militares realizavam diligências na tentativa de localizar uma quadrilha suspeita de assaltar agências dos Correios em Lagoa de Pedras e Boa Saúde. Cerca de cinco criminosos estavam divididos em duas caminhonetes e chegaram a ser cercados pelos policiais, no entanto, ao chegarem em Taborda, eles conseguiram se esconder.
Após algum tempo de procura, parte dos policiais se afastou do local e, com isso, o veículo Meriva da Polícia Civil foi surpreendido pela quadrilha. Além do policial Geovanez, um agente identificado como Antônio Neto também foi baleado, mas foi socorrido, levado para um hospital e encontra-se em estado grave. Ele é irmão do coronel Wellington Alves, da Polícia Miltiar.
De acordo com a polícia, a quadrilha utilizou fuzil 556 para atirar nos dois policiais civis. A viatura ficou totalmente crivada de balas. Na fuga, os bandidos abandonaram uma caminhonete modelo Triton, com placas do estado do Piauí. Dentro do veículo foram encontradas cinco camisas da Polícia Federal.

Neste momento, várias viaturas estão na região de São José de Mipibu e municípios vizinhos tentando localizar os criminosos. A suspeita é que pelo menos um deles também tenha sido baleado na ocorrência.
 
*Atualizada às 22h30 para correção de informação.

NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.