Parnamirim: Depois de denúncia, prefeitura retira lixo da rua calçada pela metade

O Notícias do RN realizou, na última terça-feira(28), denúncia sobre uma das principais ruas do Bairro da Liberdade, em Parnamirim, que simplesmente havia sido calçada pela metade e estava virando depósito de lixo e com muita lama. Nesta segunda-feira(03), a prefeitura atendeu parte de nosso pedido e tratou de retirar o lixo, inclusive, informando a população de que, caso voltasse a colocar lixo, seriam multados.

Acontece, caro leitor, que os moradores estavam reivindicando não somente a retirada do lixo, mas sim a conclusão da obra na rua Dom Pedro I onde existe uma grande área inacabada e apenas uma “mão” está com calçamento. 

Lixo, lama e descaso

Na outra metade da rua, os moradores reclamam que virou depósito de animais mortos, lixo e muita lama. E tudo isso fica em frente a residências. Uma moradora identificada por Maria, relatou a nossa equipe que não aguenta mais aquela situação: “Se tivessem calçado ela toda não teríamos esse problema”.

A principal reivindicação: “Pelo menos isso”

Alguns populares falaram com nossa equipe e disseram que já solicitaram o término da obra ou pelo menos a colocação de entulho para a rua ficar no mesmo nível da parte calçada, “pelo menos isso” afirma clécio.

Jogo de empurra das Secretarias de Limpeza e Serviços Urbanos
Um líder comunitário falou com nossa equipe e disse que já procurou as duas Secretarias, de Serviços Urbanos e de Limpeza, mas que apenas retiraram o lixo, escavaram mais ainda e não colocaram entulho, aumentando mais ainda a situação problemática da referida rua. 

Secretaria de Limpeza e Serviços Urbanos não respondem as reivindicações dos Moradores
Os moradores, bem como o líder comunitário identificado por Ildo, relataram que reivindicam constantemente da prefeitura o término da obra de calçamento ou a colocada de entulho mas que nunca tem o pleito atendido.

NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

1 comentários:

 
biz.