Prolongamento da Prudente de Morais será entregue sem acessos para a BR-101


 (Ana Amaral/DN/D.A.Press)
A única obra de mobilidade urbana que já saiu do papel em Natal está cada vez mais perto de ser entregue à população, mas ainda sem estar completa. A previsão do Governo do Estado é de que até o fim deste mês o prolongamento da avenida Prefeito Omar O'Grady esteja finalmente liberada, após mais de três anos de obras. A parte da avenida entre os dois túneis nas passagens das avenidas sobre as ruas Rio Tamanduateí e dos Pintassilgos, em Cidade Satélite, é a única que está realmente em obras. Operários da IM Comércio e Terraplanagem Ltda, responsável pela construção dos túneis que custaram pouco mais de R$ 11 milhões aos cofres governamentais, estão prestes a finalizar o segundo túnel.

A pista, no entanto, será posta ao uso dos veículos sem estar devidamente finalizada. O "calo" da obra fica por conta da ligação da avenida com a BR-101 na altura do bairro de Emaús, em Parnamirim, onde termina o prolongamento. Assim, uma das principais funções para que o prolongamento foi executado - desafogar o fluxo de trânsito da BR no sentido Parnamirim-Natal e ligar a capital com o Aeroporto Internacional Augusto Severo - ficaria parcialmente prejudicada. O complexo viário responsável por este serviço ainda não saiu do papel, mesmo com a iminência do prolongamento ser aberto para o tráfego.

A obra que seria do Governo do Estado e estaria incluída no orçamento geral da obra, como registra as edições de 4 de janeiro deste ano e de 26 de outubro de 2011 do Diário de Natal, teria passado para a superintendência regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), segundo informações do próprio Departamento de Estradas de Rodagem do RN (DER-RN). "Ainda está feito a compatibilização do projeto junto ao DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), pela obra envolver uma estrada federal. Os recursos, no entanto, já estão assegurados", afirmou à época Demétrio Torres, diretor do DER-RN A reportagem tentou contato com o DNIT, mas não obteve sucesso.

Quem visita o local pode facilmente constatar asfuturas dificuldades, caso os acessos não sejam feitos. "Vai ser mais uma obra que vão entregar pela metade. Quero ver onde vai passar tanto carro nessas ruas daqui", afirmou Miguel Carvalho, comerciante da região.

Na outra "ponta" da obra, a situação está um pouco melhor. O túnel da rua Rio Tamanduateí, iniciado no fim do ano passado, encontra-se liberado para o tráfego de veículos, por exemplo. Mas, os acessos para quem está na rua e deseja entrar no prolongamento da Omar O'Grady ainda não foram feitos. Tudo ainda está no mais puro barro batido. Ao longo da própria marginal do que será oficialmente uma avenida dentro de algumas semanas é possível ver blocos de concreto e manilhas que ainda serão postas para complementar o serviço.

O segundo túnel, que faz a passagem da rua dos Pintassilgos por sob a avenida Omar O'Grady, ainda está em obras e, logicamente, com o trânsito bloqueado na área. Dezenas de trabalhadores finalizam o serviço previsto para ser entregue dentro de, no máximo, 25 dias, segundo as previsões do DER-RN confirmadas pela assessoria de imprensa do órgão. Ainda de acordo com o setor de comunicação do DER-RN, o governo não possui uma data precisa para que a obra de que custou, no total, cerca de R$ 65 milhões seja entregue à população, mas confirma este mês como limite, até pela razão do contrato com a IM Comércio e Terraplanagem Ltda ter agosto como data final. 
Paulo Nascimento, especial para o Diário de Natal

NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.