Lambada que embala campanhas de “bicudos e bacuraus” completa 40 anos

Quem nunca cresceu ouvindo a “Lambada do Tibúrcio” e fazendo sua ligação a determinados grupos políticos ou candidatos. Em Jardim do Seridó, por exemplo, a música sempre embalou as passeatas e comícios dos bacuraus, denominação dada aos adversários dos grupos Medeiros e Paulinos que por quatro décadas comandaram os destinos da cidade. Já em outros municípios, a mesma lambada foi adotada por adversários do PMDB, os chamados bicudos.

Com o processo avançado de extinção destas duas denominações, de bicudo e bacurau, a lambada do Tibúrcio passou a ser usada em quase todos os comícios, passeatas e eventos de qualquer agremiação politica. Ao longo dos anos ganhou várias e criativas adaptações.
Mas poucos sabem que a “Lambada do Tibúrcio” foi criada pelo grupo “Os Populares de Igarapé-Miri”, um dos ícones da guitarrada e da lambada no Pará. Criado em 1964 por João Gonçalves, o grupo tem 13 discos gravados. E conquistou o público paraense nos anos 70, a partir da divulgação nas rádios. Seu disco de estréia, "Lambadas Incrementadas", trouxe o hit "Lambada do Tibúrcio" e estourou no Norte e Nordeste do país.
Fonte: Marcos Dantas

NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.