Governo do RN inaugura Hospital da Mulher em Mossoró com Samuzinho

A governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, se emocionou em seu discurso e disse que a inauguração do Hospital da Mulher Parteira Maria Correira representa um momento especial. "Estamos cumprindo com a palavra empenhada, realizando um sonho. Mossoró passava por uma crise inaceitável, de momentos de angústia, pois tinha só um espaço onde as mulheres poderiam ser levadas. Não existe maior violência do que, na hora do parto, a mulher ter o atendimento negado", disse, acrescentando: "é um espaço de vida, luz".


A governadora anunciou, durante a inauguração da unidade no bairro Nova Betânia, no início da noite desta sexta-feira (09), também que o Hospital da Mulher contará com o serviço "Samuzinho" – ambulância com UTI móvel adaptada com incubadora para atender pacientes neo-natal. Rosalba disse que o RN conta com duas unidades, sendo que uma atende o Samu Metropolitano e a outra atenderá a região Oeste.
A governadora também falou das dificuldades financeiras e disse que teve que fazer ajuste e organizar as finanças. "O governo não tinha crédito e tivemos que fazê-lo voltar a ter credibilidade. Devido aos ajustes que fizemos, o Tesouro Nacional ampliou nosso crédito e poderemos fazer financiamentos ou empréstimos no Banco Mundial, Banco Interamericano ou qualquer instituição bancária", disse.
Para Rosalba, Governo e sociedade seguirão unidos. "Estaremos unidos. É o RN que se une em demonstração de que estamos trabalhando para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte".
Antes do ato inaugural, a Governadora assinou convênio com a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), estabelecendo que o Hospital da Mulher servirá como campo de estágio aos alunos dos cursos da área da saúde (Medicina, Enfermagem e Serviço Social).
SOBRE O HOSPITAL
            Mossoró ganhou nesta sexta (09) o hospital materno-infantil Parteira Maria Correia. A Unidade atenderá toda a região Oeste e o Vale do Açu com instalações modernas e confortáveis com enfermaria cirúrgica e obstétrica, UTI Neo
e adulto.
            O Hospital da Mulher Parteira Maria Correia é uma realização do Governo do Estado e que atenderá toda a região Oeste e Vale do Açu do Rio Grande do Norte.
            A unidade hospitalar iniciará os atendimentos nesta segunda-feira (12) e apoiará a Casa de Saúde Dix-Sept Rosado, que conta com a Maternidade Almeida Castro. As instalações do Hospital da Mulher terá à disposição do público feminino 41 leitos, dos quais sete são para pré/pós-parto, quatro enfermarias cirúrgicas ginecológicas, seis enfermarias obstétricas, sete UTI Neo, nove UTI adulto e oito alojamentos conjuntos.
            Além do atendimento ao público feminino, o Hospital da Mulher Maria Correia abrirá espaço para estagiários dos cursos de Medicina, Enfermagem e Serviço Social da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN). O convênio para a integração foi assinado pela governadora Rosalba Ciarlini e pelo reitor da UERN, Milton Marques de Medeiros, durante a inauguração do Hospital da Mulher.
Autoridades enaltecem agilidade do Governo
        "Trata-se da mais importante obra que a governadora Rosalba Ciarlini inaugura neste começo de governo". Foi o que afirmou o senador José Agripino Maia sobre a inauguração do Hospital da Mulher de Mossoró. Para o senador, a unidade de saúde materna e infantil se constitui também no segundo grande investimento feito pelo Governo do Estado na área da saúde em Mossoró. O primeiro, disse, foi o Hospital Regional Tarcísio Maia. Em seu discurso, Agripino ainda afirmou que a obra tem um significado importante no governo Rosalba Ciarlini. "Podem ter certeza de uma coisa: Rosalba vai ser a grande Governadora do Rio Grande do Norte".
        A inauguração do Hospital Materno-Infantil Maria Correia foi prestigiada pelo senador Paulo Davim; pelo presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Mota; além dos deputados federais Henrique Eduardo Alves, Felipe Maia e Betinho Rosado, e dos estaduais Leonardo Nogueira e Gustavo Fernandes.
        O deputado federal Henrique Eduardo Alves parabenizou a Governadora pela conquista e enalteceu a coragem e a ousadia de Rosalba Ciarlini, que em 60 dias entregou o Hospital Materno-Infantil ao Oeste e que atenderá também pacientes da região do Vale do Açu. "Isso é só o começo. Vamos cobrar do Ministério da Saúde. Mostrar que se a senhora Governadora cumpriu a sua parte, ao lado da prefeita Fafá Rosado, e asseguro que o Governo Federal vai somar e chegar à saúde de Mossoró", afirmou.
        O presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Mota, corroborou as palavras de Agripino e Henrique e disse: "o Dia da Mulher está sendo comemorado hoje (sexta-feira)". Ele afirmou que a AL está aliada ao Governo do Estado no desenvolvimento do Rio Grande do Norte. "A AL presta apoio incondicional", afirmou e, dirigindo-se à Governadora, comentou: "Governadora, vá em frente. A senhora tem companheiros leais para ajudar a defender os interesses do Rio Grande do Norte".
        A exemplo do que disse José Agripino, o senador Paulo Davim reconheceu a agilidade da obra: "o que a senhora fez, Governadora, foi uma façanha", disse. Davim, contudo, discorreu sobre outro trabalho do Governo do Estado: "tínhamos fila de pessoas para transplante de córnea e o Governo do Estado implantou a Central de Transplantes e hoje o RN é o primeiro do Brasil em transplantes de córneas", afirmou.
        A prefeita Fafá Rosado se disse emocionada com a entrega do Hospital Materno-Infantil Maria Correia e disse que se trata de uma grande realização do governo Rosalba Ciarlini. "Falo como mãe e mulher, por saber que na hora mais sublime da mulher, que é o parto, teremos um local onde se encontra toda a assistência necessária. Esse hospital é o começo", disse a prefeita.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Governo

NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.