Superação: Candidato impedido de ingressar em Medicina passa novamente em vestibular da UFRN

Professor Carlos André e Antônio Gomes da Silva Filho que foi impedido em 2011 de ingressar em Medicina devido a problemas com o sistema de cotas
A sede do isolado do Overdose Colégio e Curso, em Natal, foi palco de muita emoção, nesta quarta-feira (04), dia do resultado final do vestibular 2012 da UFRN. Após um longo período de estudos, alunos e professores se encontraram para comemorar as aprovações e cumprir com a tradição de raspar os cabelos dos meninos e tirar parte da sobrancelha das meninas.


Uma das maiores conquistas do Overdose deste ano está em nome de Antônio Gomes da Silva Filho. Vítima de uma suposta fraude no vestibular 2011, quando passou em primeiro lugar para Medicina e foi impedido de ingressar no curso, o jovem de apenas 22 anos provou que poderia passar novamente no curso mais concorrido. Dessa vez, ele passou na 93 posição, mas a conquista acabou tendo um sabor especial.

"Foi um alívio por tudo que passei. Uma superação que não tem palavras. Estava cursando Medicina em outro estado (Maranhão), mas meu sonho era passar na UFRN, ficar próximo da minha família e eu consegui. Quando foi divulgado o resultado, veio o alívio, passou o filme, evitando que fizesse cursinho de novo", disse.

No processo seletivo de 2011, Antônio foi vítima da fragilidade do sistema de Argumento de Inclusão da UFRN, que visa beneficiar alunos da escola pública. O jovem, que era aluno do Overdose mas havia estudado em escola pública, não teve o benefício do Argumento de Inclusão validado, perdendo assim a sua vaga após o resultado divulgado pela Comperve.

Jovem acredita que Deus ajudou na conquista

"A minha aprovação neste novo processo seletivo foi a maior prova para mim que um ser superior existe e que, mesmo quando a justiça dos homens falha, a justiça divina age no sentido de minimizar esses contratempos", afirmou.

Outra grande comemoração do Overdose foi com a aprovação de José Serafim da Costa Neto (17), que conquistou o 8º lugar no curso de Direito e mais outras duas provações na UERN e UFCG para o mesmo curso. "Depois de dois anos me esforçando, agora chega o alívio, a tranquilidade para continuar sonhando. Estou comemorando com pessoas que ajudaram muito: a minha família", conta

Com informações da Assessoria do Overdose

NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

1 comentários:

 
biz.