Governadora ministra palestra sobre investimentos em infraestrutura no aeroporto de São Gonçalo

Participante do Seminário Motores do Desenvolvimento, a governadora Rosalba Ciarlini ministrou a palestra "Investimentos em infraestrutura pública para o novo Aeroporto de São Gonçalo do Amarante com aspectos pertinentes ao planejamento do Estado para uma das maiores obras estruturantes do Rio Grande do Norte.
Na apresentação feita a políticos, empresários, representante da Secretaria de Aviação Civil do Governo Federal e entidades de classe do Rio Grande do Norte, a governadora informou que a obra é o maior aeroporto de cargas e pessoas da América Latina e o sétimo do mundo. O investimento final na ordem de R$ 1 bilhão e estimativa de movimentação de 40 milhões de pessoas por ano.
Rosalba afirmou que foi apresentado à presidente da República, Dilma Rousseff, um planejamento para se fazer um masterplan com diretrizes e direcionamentos para o funcionamento do novo aeroporto. "É uma espécie de Plano Diretor Estadual para a área do aeroporto e da ZPE de Macaíba onde toda região metropolitana será beneficiada", disse. "Temos todo cuidado com isso para que, no futuro, ainda se tenham áreas para expansão da obra. Há toda uma preocupação com o entorno (do aeroporto)",completou.
A governadora citou a implantação de acessos ao novo aeroporto como um dos principais pontos a serem desenvolvidos. "Serão 33,27 Km em pista dupla com o custo estimado em R$ 72 milhões", informou. "E está licitada e contratada", completou a chefe do Executivo estadual.
Ela fez questão de ressaltar a importância das obras de mobilidade da Copa e dos acessos ao novo aeroporto. Além disso, a governadora lembrou da duplicação da BR-304 pelo aumento no fluxo de veículos a partir da operação do novo aeroporto. "Já conversei com o governador do Ceará e é preciso uma união das duas bancadas federais por esse objetivo", declarou.
Para Rosalba, as obras de mobilidade urbana darão mais rapidez principalmente no deslocamento até o novo aeroporto. Ela destacou o projeto do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) e que há planejamento para construir uma ferrovia, principalmente de cargas, ligando o porto de Natal ao aeroporto de São Gonçalo. Com relação às desapropriações de terrenos naquela região, a governadora disse que "75% (das propriedades) já foram pagas e já há entendimento em outros casos".
Ainda de acordo com Rosalba Ciarlini, é preciso a ligação do aeroporto de São Gonçalo com a Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Macaíba. "Há um estudo já sendo feito para isso", disse. A governadora revelou que a idéia é ter um pólo tecnológico e farmacêutico na área da ZPE. Durante a palestra, ela citou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Benito Gama, como peça importante para a articulação de empresas e indústrias a se instalarem na ZPE. "Quando chamei o Benito disse que a meta dele no primeiro ano seriam 10 indústrias. Ele conseguiu trazer 15", declarou.
A gestora também elencou pontos como a energia elétrica que, segundo ela, tem parte com a iniciativa privada, mas "o governo tem acompanhado e apoiado os trabalhos". Com relação ao serviço de telefonia, Rosalba lembrou do projeto Mandacaru digital, desenvolvido na UFRN e que trabalha o uso da fibra ótica. "A intenção é ter em todo o estado num investimento de R$ 60 milhões. Mas para Natal e Grande Natal esse valor é de R$ 2 milhões", explicou. O esgotamento sanitário e os licenciamentos ambientais também fizeram parte da palestra da governadora durante o seminário. "Para tudo isso é necessário planejar", concluiu.
Fotos: Demis Roussos

NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.