Médicos Federais realizam ato público contra projeto que reduz 50% do salário


Os médicos que possuem vínculo Federal no Rio Grande do Norte tem se movimentado e alavancando um movimento nacional contra o Projeto de Lei 2203, que prevê a redução de 50 % do salário desses profissionais.

Em reunião na última terça (10), os médicos traçaram uma série de ações para mobilizar outros profissionais, a população e chamar atenção para os governantes.
Entre as primeiras ações estão atos públicos, paralisações e reuniões com parlamentares para discussão do projeto. Confira abaixo a programação completa:
·          18.10 | Ato público em frente ao Hospital Universitário Onofre Lopes | 8h
·          21.10 |Café da manhã com parlamentares |(a ser confirmado)
·          25.10 |Paralisação Nacional do SUS
O ato público dos médicos federais, que acontece na próxima terça-feira (18), além de protestar contra o PL será uma comemoração alusiva ao Dia do Médico.  A manifestação tem início às 8h em frente ao HUOL e depois segue para a Maternidade Januário Cicco onde encerra com um café da manhã para os participantes.
Na ocasião os sindicatos que estão  à frente da luta, Sinmed RN e  Sindicato Estadual dos Trabalhadores em Ensino Superior , distribuirão camisetas do movimento. Quanto ao encontro com os parlamentares da bancada federal, os sindicatos aguardam confirmação dos deputados e senadores.

 

Saiba mais sobre o PL 2203/2011

O Ministério do Planejamento apresentou no dia 30 de agosto de 2011, o projeto de lei nº 2203/11 que dispões sobre  a Reestrutuação de Cargos, Planos de Cargos e Carreiras e suas estruturas remuneratórias, no âmbito da administração pública federal.  O PL contém propostas para uma série de categorias e afeta diretamente o setor da saúde pública.
O Projeto, além de reduzir os salários dos médicos federais pela metade, também reduz os valores pagos pelos adicionais de Periculosidade e Insalubridade. Hoje esses adicionais correspondem a 5% ou 10% do salário base, em média. Com a aprovação do PL o valor dos adicionais será fixo e o valor máximo pago será de R$ 260,00.

NOTICIAS DO RN

Autor & Editor

Somos a Agência de Notícias que há mais de uma década traz as principais Notícias do Rio Grande do Norte, Brasil e Mundo

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.