7 de outubro de 2011

Greve dos Bancos pode acabar na Terça-Feira

 http://3.bp.blogspot.com/-wEZxHh9GetQ/To3PcLyNMWI/AAAAAAAAGtQ/CIRH31WTaF8/s1600/06102011%2528005%2529.jpg

Hoje pela manhã o noticiasdorn.com falou com uma empresária do ramo imobiliário de Natal. Ela, que não quis sua identificação revelada, nos informou sobre uma conversa com um gerente de banco pelo qual ele havia mencionado que a greve poderá acabar na terça ou quarta-feira. A nossa fonte não entrou mais em detalhes sobre o assunto.

Apesar da informação ainda não ser oficial sem dúvida gera esperança para os que estão sendo prejudicados pela greve que já entrou para o seu 10º dia.


Greve dos bancários é a maior dos últimos 20 anos, diz Contraf

A greve nacional dos bancários, que teve início no dia 27 de setembro, chegou a 8.556 agências de bancos públicos e privados, de acordo com balanço da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT). O número corresponde a 42,62% do total de estabelecimentos existentes no país. 

Segundo a confederação, esta é a greve mais forte dos últimos 20 anos, superando o pico da paralisação de 2010, quando os trabalhadores fecharam 8.278 unidades em todo país.

Reivindicações
 
Os bancários entraram em greve por tempo indeterminado, após a quinta rodada de negociações com a Fenaban, ocorrida no dia 23. A proposta patronal contemplava reajuste de 8% sobre os salários, o que representa aumento real de 0,56%, segundo a Contraf. A reivindicação da categoria é de 12,8% de reajuste, sendo 5% de aumento real.

Os bancários pedem, ainda, valorização do piso, maior Participação nos Lucros e Resultados (PLR), mais contratações, fim da rotatividade, melhoria do atendimento aos clientes, fim das metas abusivas e do assédio moral, mais segurança e igualdade de oportunidades.

Casos de violência e agressão estão sendo constantes

http://3.bp.blogspot.com/-KBh6-JDMNJM/TozH8id2izI/AAAAAAAAGtI/nqKOZoEJpVo/s1600/05102011%2528001%2529.jpgQuem foi até o Banco do Brasil da Avenida Ayrton Senna na manhã da última quarta-feira(05), presenciou cenas de terror. Em meio a tantas pessoas que se aglomeravam na fila do banco para realizar procedimentos comuns como saques, transferências, pagamentos, depósitos , entre outros, uma cena chamou a atenção. Um funcionário da Agência, que tentava entrar para trabalhar, foi impedido por alguns sindicalistas. Na hora em que o jovem de aproximadamente 27 anos tentou insistir em entrar ele foi agredido físico e moralmente. Um dos sindicalistas pegou o rapaz pelo braço e, segundo informações, tentou uma luta corporal, o funcionário se desequilibrou com a série de puxões que estava levando e caiu no chão lesionando o braço. O sangue logo marcou o chão da agência. Os vigilantes tentaram conter a briga e o jovem foi atendido. Essas informações, inclusive, foram confirmadas pelo vigilante da agência. A Greve dos bancos, neste ano, está sendo considerada uma das mais violentas, estressantes e rígidas. 
Para os clientes e correntistas presentes, o Banco do Brasil está tomando atitudes mais severas que os demais. Para se ter uma idéia, desde ontem o Banco está, além de todo transtorno proporcionado pelo movimento grevista, impedindo a compensação e os depósitos também não são liberados. 


Conversamos com os que estavam presentes no momento do incidente e os mesmos falaram de como está sendo um descaso essa greve, um deles, o Sr. Identificado por Robson ainda disse que irá procurar a justiça, em conjunto, para pedir ajustes nesse movimento grevista, haja visto que quase todos os serviços estão paralisados.

Esse não foi o único caso que ficou registrado por nossa equipe.

http://4.bp.blogspot.com/-S-rGfga6xsQ/To3Qj3EFu6I/AAAAAAAAGtU/Oa3h6LcTHiM/s1600/06102011%2528004%2529.jpgPor volta das 14h também da quarta-feira(05), um cliente da Caixa Econômica de Parnamirim, que tentava solucionar um problema com sua senha, tentou conversar com o gerente que estava na Agência. Na ocasião, pela parte interior, o gerente informou que não o atenderia. O Cliente insistiu dizendo que havia necessidade de resolver aquela situação pois precisaria sacar dinheiro, entre outras coisas. O gerente, devido a insistência do cliente, disse que só o poderia atender às 16h, ou seja, o cliente deveria esperar 2h para ser atendido. A coisa se complicou quando ele insistiu em resolver naquela hora dizendo que não podia esperar tanto tempo. Neste momento, segundo informações, o gerente saiu visivelmente irritado, querendo "resolver" tudo. O que acontece é que ambos estava bastante nervosos e houve um princípio de tumulto e briga que logo foi apaziguado pelos seguranças, desta forma o cliente saiu da agência sem resolver o que necessitava. Segundo informações repassadas por um dos clientes que estavam na ocasião e não quis se identificar, o gerente já é conhecido pela "arrogância e irritabilidade". ainda completou dizendo "Ele merece isso porque é bruto".

Outro problema que foi registrado por nossa equipe nessa semana difícil de greve foi a falta de dinheiro no Caixa da Caixa Econômica Federal - CEF de Parnamirim. 

A CEF de Parnamirim surpreendeu os clientes ao informar que não tem dinheiro em caixa. Durante boa parte da manhã da quinta-feira os estagiários e seguranças se desdobravam para tentar convencer os clientes, que eram muitos, a procurar outras opções para realizar os procedimentos de saque.


Muitos se revoltaram, pediram a presença do gerente para dar esclarecimentos, porém, segundo informações dos próprios estagiários, o gerente não se encontrava no local.

Por volta das 11h, em meio a muita discussão e revolta, uma máquina foi abastecida. 

Apesar da informação ainda não ser oficial, caso a decisão pelo fim da greve seja na quarta-feira(12) Feriado Nacional da Padroeira do Brasil, os bancários só voltarão na quinta(13).

Vamos aguardar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário